Publicidade
Publicidade

O Santos entra em campo nesta quinta-feira (17), no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde, para encarar o Luverdense pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. A vantagem construída no jogo de ida, quando venceu por 5 a 1, deu ao time alvinegro a vantagem de poder ser derrotado por até três gols de diferença. Com isso, o técnico Jair Ventura poupou meio time titular já visando o clássico do próximo domingo (20), pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, diante do São Paulo.

Publicidade

Para o San-São, o treinador santista acabou de ganhar um novo reforço, vindo diretamente do departamento médico.

Fora dos dois últimos compromissos do Santos – o jogo de ida da Copa do Brasil contra o Luverdense e a partida contra o Paraná Clube pelo Campeonato Brasileiro – o experiente zagueiro David Braz foi liberado pelo DM e estará à disposição de Jair para o clássico no Morumbi. Com isso, Gustavo Henrique deve voltar ao banco de reservas. O defensor havia sofrido um edema na panturrilha direita.

David Braz tem sido um dos jogadores mais utilizados por Jair Ventura na temporada de 2018. Ele esteve em campo em 20 dos 26 confrontos que o Peixe encarou no ano. Apenas Arthur Gomes, Alison, Jean Mota, Rodrygo e Eduardo Sasha estiveram mais vezes em campo pelo clube.

Esse terá que esperar mais

Outro jogador considerado titular que está voltando do departamento médico é o atacante Bruno Henrique, que em pleno mês de maio ainda tenta fazer sua primeira partida completa no ano. O jogador está em fase final de recuperação de uma lesão muscular, mas não será relacionado para o jogo contra o São Paulo, devendo aparecer no banco de reservas apenas no jogo de quarta-feira (23), contra o Real Garcilaso, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Publicidade

O time já está classificado para segunda fase, mas busca vencer para também assegurar o primeiro lugar do grupo 6.

Bruno Henrique praticamente não estreou ainda na temporada. Grande nome do time no ano passado, o jogador levou uma bolada no rosto antes dos dez minutos da partida de estreia do Campeonato Paulista, contra o Linense, o que lhe causou cinco lesões no olho direito. Após um longo período de recuperação e tratamento, ele finalmente voltou no jogo contra o Bahia, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, quando entrou no decorrer da partida, mas acabou se lesionando, o que provocou mais algumas semanas de estadia no departamento médico do Peixe.