Semanalmente a imprensa espanhola, mais precisamente o jornal Sport da Catalunha, vem noticiando o suposto interesse do Barcelona pelo jovem atacante do Santos Rodrygo. As publicações já abordaram desde as ótimas impressões que o time catalão teve do jogador de 17 anos até mesmo uma suposta viagem do pai do jogador à Espanha, onde teria conversado com dirigentes, mas o fato já foi desmentido. Dessa vez, a publicação mudou o foco e decidiu cutucar o grande rival Real Madrid.

O periódico traçou um paralelo entre Rodrygo e Vinícius Junior, do Flamengo, mas que já está comprado pelo time merengue. Após listar uma série de virtudes, o jornal apontou que o santista é o melhor jogador da nova geração brasileira.

O jornal afirmou ter obtido resultados de analises junto departamento técnico do Barcelona que apontou que Rodrygo é superior ao Flamenguista em vários pontos, como ser mais técnico, mais disciplinado taticamente, ter maior capacidade de liderança e melhor estruturado fora das quatro linhas.

Caso queira mesmo contar com o jogador, o Barcelona terá que desembolsar um bom dinheiro. Com contrato válido até 2022, a multa rescisória do jogador está avaliada em 50 milhões de euros, algo em torno de 215 milhões de reais. Por Vinícius Júnior o Real Madrid pagou 45 milhões de euros, que na cotação da época da venda, na metade do ano passado, deu em torno de 164 milhões de reais.

Jogador diz que ainda não está preparado

Um dos jogadores poupados para a partida de volta da Copa do Brasil contra o Luverdense, o atacante Rodrygo foi o escolhido para dar entrevista coletiva nesta sexta-feira (18), às vésperas do clássico diante do São Paulo, e o assunto Barcelona foi inevitável.

Ao ser questionado sobre o que sabia com relação ao interesse dos espanhóis, o garoto de 17 anos usou do bom humor para se esquivar. “Meu contato é só na internet, vendo vocês postarem, mas lá em casa não chegou nada não”, disse o camisa 43.

Com relação a jogar em um dos maiores clubes do mundo, Rodrygo revelou que ainda não se sente preparado para desafio. “Não estou preparado, mas venho buscando caso chegue essa proposta que vocês (a imprensa) tanto falam”, disse.

O jogador, no entanto, pretende antes de tudo fazer carreira dentro da Vila Belmiro, chegar à Seleção Brasileira, para depois então concretizar o sonho de jogar em um grande clube do exterior. “Quero continuar (no Santos) e chegar na seleção pra depois pensar na Europa”.