O Palmeiras está com bom ambiente, bons resultados, bom desempenho. E há cerca de um mês atrás o mundo parecia desabar. No Allianz Parque, o time comandado por Roger Machado perdeu decisão nos pênaltis para o maior rival. Perdeu o primeiro título do ano, a taça que iria fazer diferença lá na frente. O Palmeiras ainda reclama interferência externa e aguarda decisão da Justiça.

Na Copa Libertadores da América, bateu o Boca Junior fora de casa por 2 a 0 e selou a classificação para as oitavas de final com duas rodadas de antecedência.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

No Brasileiro ainda não perdeu: duas vitórias e dois empates, somando oito pontos na tabela de classificação e atrás somente do Flamengo (que tem dez pontos). Na Copa do Brasil teve estreia com vitória.

Nesta quarta, venceu o América-MG fora de casa por 2 a 1. Os números são importantes. E já estamos chegando no meio da temporada.

Eleições chegando. Ou não

Maurício Galiotte, atual presidente do clube, tem missão importante no próximo dia 21. Quer aumentar o tempo de mandato de dois para três anos. Tirou da gaveta o processo que estava arquivado. Nem Paulo Nobre, ex-presidente, quis mexer muito nisso. Galiotte pode ficar mais um ano no poder. Se não conseguir a votação, disputará eleição em novembro. Ou seja, já terá que pensar no pleito.

Reforço chegando

Mesmo sabendo que talvez possa não ficar no comando do clube, Galiotte já foca parte de suas atenções para 2019. Alexandre Mattos, executivo de Futebol, encaminhou a contratação de Arthur Cabral, atacante do Ceará. O garoto tem apenas 20 anos e a ideia do Alviverde é fazer alguns testes no elenco em janeiro.

Sim, Cabral só deve chegar em 2019, na época de pré-temporada onde o clube forma sua equipe para o longo do ano.

O valor do negócio? R$ 5 milhões por 50% do passe. Se realmente valer a pena, o clube pode bater o martelo em junho do ano que vem e comprar 100% do atleta. Ou ele chega para compor elenco ou chega para competir com Borja.

Mais nomes?

A parada de 30 dias durante a Copa do Mundo da Rússia é estratégica para o Palmeiras. Por isso o clube quer somar o maior número de pontos no Brasileiro [VIDEO] para encerrar a primeira parte do ano de forma tranquila. O objetivo é recuperar todos os atletas e aprimorar a parte física. Fazer alguns jogos-treino na Academia ou talvez viajar para Atibaia, interior de São Paulo.

Mattos terá tempo para analisar novos reforços e bater o martelo. Um zagueiro e um meio-campista estão na lista do executivo. Será que vem?