Após a heroica classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana na última quinta, mesmo com a derrota de 2 a 0 para o Nacional Potosi, na Bolívia, o Fluminense, devido ao grande desgaste de ter enfrentado uma longa viagem e, especialmente, os mais de quatro mil metros da Cordilheira dos Andes, poderia vir bastante modificado no clássico carioca de segunda, às 20h (de Brasília), contra o Botafogo, no Nilton Santos, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, mas, se depender do que foi visto no treinamento realizado na manhã deste domingo no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, o Tricolor só deverá ter uma mudança no time titular.

Publicidade
Publicidade

A novidade seria no sistema defensivo. Recuperado de um estiramento muscular, Roger Ibañez, que desfalca a equipe desde a derrota de 2 a 1 para o Corinthians na abertura do Brasileirão, tem grandes chances de iniciar a partida ao lado de Gum e Renato Chaves.

Havia também a possibilidade de Marcos Júnior, preservado do meio de semana por ter sentido os efeitos da altitude, retomar o seu posto no ataque, mas as boas atuações de Pablo Dyego e Robinho podem fazer com que Pedro tenha um novo companheiro no setor ofensivo.

Abel deve contar com retorno no clássico diante do Botafogo (Foto: Lucas Merçon)
Abel deve contar com retorno no clássico diante do Botafogo (Foto: Lucas Merçon)

Logo após o treino no CT Pedro Antônio, jogadores e comissão técnica seguiram para a concentração em um hotel na Barra da Tijuca. Diante de todas essas indefinições, a serem resolvidas momentos antes de o clássico ter início, o Fluminense tentará manter a boa fase com Júlio César; Renato Chaves, Gum e Roger Ibañez; Gilberto, Richard, Jádson, Junior Sornoza e Ayrton Lucas; Marcos Junior (Pablo Dyego ou Robinho) e Pedro.

Reforços foram relacionados

Últimos três reforços apresentados, os zagueiro Luan Peres e Nathan Ribeiro e o volante Dodi também foram relacionados e ficarão como opções no banco de reservas, assim como o atacante Matheus Alessandro, o centroavante João Carlos, o lateral-direito Léo, o meia Luquinhas e o goleiro Rodolfo.

Publicidade

No último domingo, o Fluminense foi ao Barradão, em Salvador e, de virada, derrotou o Vitória-BA por 2 a 1, resultado que garantiu a sua ida para o sétimo lugar no Brasileirão. Uma nova vitória, dessa vez, pode levar o Tricolor a assumir a liderança da principal competição do futebol nacional. Para isso, além de fazer a sua parte, a agremiação das Laranjeiras necessita torcer por uma vitória da Chapecoense, em casa, sobre o Flamengo e de tropeços de Atlético-MG e Vasco contra, respectivamente, Atlético-PR e Vitória.

Leia tudo