Muitos títulos, proposta gigantesca do Flamengo e estátua. Isso ajuda a responder a importância de Renato Gaúcho para o time do Grêmio. Sendo um dos treinadores mais elogiados no Brasil, é um dos sondados para assumir a Seleção Brasileira após a passagem do técnico Tite.

Em entrevista ao site GaúchaZH, ele respondeu várias perguntas, mas uma delas chamou a atenção. Ao ser questionado qual a sua inspiração no Futebol, ele respondeu que era ele mesmo, Renato Portaluppi [VIDEO].

''Eu mesmo. Isso não é desmerecer alguém ou só achar que sou o f****. Não sou o f****. Dentro de min tem grandes ideias, essas coisas eu procuro colocá-las em práticas e passar para o grupo e eles (sic) fazem dar certo.

Eu confio bastante no que eu penso. Digo isso pra eles'', respondeu.

Renato assumiu o Grêmio [VIDEO]em setembro de 2016 com a missão de continuar o projeto de Roger Machado, que tinha acabado de ser demitido do cargo. Meses depois foi campeão da Copa do Brasil, dando início a sequência de títulos que vinha logo em seguida, que incluem Libertadores da América, Recopa e Campeonato Gaúcho.

Depois, Renato foi questionado se ao menos um técnico o influenciou, mas, novamente, apontou suas ideias para o sucesso que vem tendo nos últimos anos. ''Trabalhei com muitos técnicos, claro que tirei uma coisa ou outra de um ou de outro. Porém, não abro mão das minhas ideias. Um dos segredos é que eu sou muito chato com os mínimos detalhes'', destacou.

A idolatria no Tricolor Gaúcho fez que o ex-jogador ganhasse uma estátua.

Nessa quinta-feira (3), o clube anunciou quais serão os artistas responsáveis pela obra, que deve lembrar a comemoração do gol em cima do Hamburgo, em 1983, pelo Mundial de Clubes.

Theo Felizzola, Iouri Petrov e Jamil irão fazer a obra de 2,20 m de altura. A tendência é que ela passe facilmente dos 240 quilos, sendo instalada em um pedestal de mármore.

''Tudo que eu tenho é graças ao meu trabalho. Nada aqui caiu de paraquedas. Quando eu comecei a jogar futebol, comecei a ganhar as coisas. Minha profissão é a responsável por tudo que eu tenho hoje em dia. Fruto de trabalho. Nada caiu na minha conta'', destacou o ídolo gremista.

Após golear o Cerro Porteño por 5 a 0, na terça-feira (1º), pela Libertadores da América, o Tricolor pensa no próximo jogo, que será no domingo (6), às 18h30, diante do Santos, na sua Arena, em Porto Alegre (RS), pelo Campeonato Brasileiro. A partida é importante, já que a oportunidade para recuperar os três pontos perdidos no último sábado (28), quando foi derrotado pelo Botafogo, no Rio de Janeiro.