A exatos 30 dias para o início da Copa do Mundo da Rússia, a Seleção Brasileira foi convocado pelo técnico Tite, nesta segunda-feira (13), na sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), no Rio de Janeiro.

Diferentemente do que ocorreu em Copas passadas, desta vez não houve um grande clamor público pela convocação de determinados jogadores. Pelos resultados conquistados e principalmente pelo ótimo desempenho que a seleção, sob o comando do técnico, vem demonstrando nos últimos dois anos, os brasileiros não contestam as convocações.

Tite tornou-se unanimidade entre os torcedores brasileiros, os mais fanáticos e exigentes do mundo.

Muito se deve pela conduta transparente e direta com a qual se apresenta ao público.

Sua conduta é tido por muitos como exemplar. Sua postura de liderança e de bom gestor de pessoas ultrapassaram as paredes dos vestiários. Dessa forma, conquistou a admiração de todos.

Dentro de campo, a postura vitoriosa se traduz em números. Sob o comando de Tite, a Seleção Brasileira jogou 19 partidas, sendo 11 pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia [VIDEO]. Ao todo foram 15 vitórias, três empates e apenas uma derrota, esta num amistoso contra a Argentina por 1 a 0.

A Seleção Brasileira foi a primeira a garantir a tão almejada vaga para a Copa do Mundo de 2018. Esses números e o bom futebol apresentado colocam a equipe como grande favorita para a conquista do Mundial.

A convocação do time que tem a missão de levar o Brasil ao hexacampeonato da Copa do Mundo

Como já era previsto por todos, a convocação não reservou grandes surpresas.

Como defende veemente o técnico Tite, "o campo fala", e o futebol apresentado pelos selecionados falou durante a preparação, quando as boas apresentações individuais e coletiva apontou a convocação de cada um dos jogadores.

A maior surpresa ficou por conta do jogador Danilo, do Manchester City, que com a lesão no joelho do lateral direito Daniel Alves [VIDEO], acabou sendo premiado com a convocação para a única vaga que se abriu há uma semana.

Outra posição que se apresentava em aberto era a de terceiro goleiro. Os especialistas apontavam uma disputa entre Cássio, do Corinthians; Vanderlei, do Santos; e Victor, do Atlético mineiro.

O goleiro Cássio do Corinthians foi o contemplado. Segue a lista completa dos 23 jogadores convocados nesta tarde pelo técnico Tite:

Goleiros: Alisson, Cássio e Ederson;

Laterais: Fagner, Danilo, Marcelo e Luís Filipe;

Zagueiros: Thiago Silva, Miranda, Marquinhos e Geromel;

Meio-campistas: Casemiro, Paulinho, Renato Augusto, Fernandinho, Fred e Tyson;

Atacantes: Neymar, Philippe Coutinho, Willian, Douglas Costa e Gabriel Jesus e Roberto Firmino.

Dos 23 jogadores, apenas três atuam em clubes brasileiros: o goleiro Cássio e o lateral Fagner, ambos do Corinthians, e o zagueiro Geromel, do Grêmio. O time brasileiro está formado e estreia na Copa do Mundo da Rússia no dia 17 de junho contra a Suíça. Até lá a Seleção jogará dois amistosos, contra Croácia e Áustria.