O Palmeiras é, atualmente, o clube mais rico do Brasil e também vive grande fase, apesar de ter perdido o clássico para o Corinthians e afetado um pouco as estruturas do clube. Porém, uma derrota não pode decidir que o clube vive uma má fase.

O presidente alviverde, Maurício Galiotte, vem sendo muito cobrado após a derrota, mas antes disso, o Palmeiras conseguiu uma vitória contra o Corinthians, até porque os times podem até vencer o Verdão no campo, mas nas negociações não.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Os patrocínios da Crefisa, FAM (Faculdade das Américas), e a grande rentabilidade que traz a arena Allianz Parque deixam o Palmeiras com o status de clube mais rico da América do Sul, ou seja, não adianta querer competir com a diretoria palmeirense na contratação de um atleta.

Chapéu!

Desde 2015, o Palmeiras vem colecionando inúmeros chapéus em seus arquirrivais, como o primeiro que foi em relação ao ponta-atacante Dudu, já quase fechado com o Corinthians e fechou, de última hora, com o Palmeiras. Impressionando a todos.

No entanto, o Verdão sempre analisa os jogadores que têm extremas qualidades e também evita que os seus rivais se reforcem, pois contratando jogadores de qualidade, pode ter reforços e também desfalcar um possível adversário em alguma competição do ano.

Contudo, o Palmeiras vinha analisando jovens atacantes no mercado, já que existem muitos se destacando em pequenos times brasileiros, um deles, e que chamou muita atenção, é o jovem Arthur Cabral, que vinha se destacando pelo Ceará e já havia feito 25 gols pelo clube, com apenas 19 anos, com isso o Corinthians se interessou pelo jogador.

A diretoria do alvinegro de Itaquera foi atrás para negociar com o atleta, logo o Palmeiras analisou que o atleta era de qualidade e poderia integrar o elenco alviverde, após isso também entrou em contato e, recentemente, anunciou o chapéu no arquirrival e acertou com o atacante, que deve vir reforçar o Verdão.

Virá para ser titular?

No momento, o jogador vem para integrar o elenco e o técnico Roger Machado deve decidir se ele será ou não titular do elenco, pois, para a posição, o Palmeiras tem Miguel Borja, Willian e o também jovem Papagaio, que acabou voltando para as categorias de base, já que não há espaço no time principal [VIDEO].

Agora, o atacante ex-Ceará vem em um momento crucial e pode se beneficiar do mal momento de Miguel Borja, já que o colombiano não marca gols há muitos jogos e vive uma certa seca [VIDEO].