A diretoria do Santos sabe que para manter um elenco campeão é necessário garantir a permanência dos seus melhores atletas durante toda a temporada. Com várias equipes demonstrando interesse em um dos seus destaques, o presidente José Carlos Peres tentou a última cartada para conseguir um acordo.

Conforme o portal de notícias Globo Esporte, o mandatário santista, na quarta-feira (2), fez a sua oferta final para Léo Cittadini. Caso aceite renovar, ele terá um belo aumento salarial. Sendo nome certo do técnico Jair Ventura, recebe um salário pequeno em comparação com outros jogadores do elenco. Por isso, espera que seja valorizado pelos dirigentes.

A diretoria tem que ser rápida. Ele tem vínculo com o Peixe somente até o final do ano e pode assinar um pré-contrato e sair completamente de graça já no próximo mês. O empresário do jogador, Thiago Campos, se reuniu com o José Carlos Peres, recebendo a proposta, que será entregue ao volante em breve.

A intenção de Léo Cittadini [VIDEO]é permanecer na Vila Belmiro. Porém, isso não está garantido, já que várias equipes estrangeiras já demonstram interesse no seu Futebol. Em reportagem publicada no último dia 28, o site Gazeta Esportiva informou que proposta anterior pela renovação era de um salário maior que 100 mil reais por mês, em um vínculo com quatro anos de duração.

Pumas, equipes do México, encaminhou uma oferta oficial para adquirir o atleta de apenas 24 anos. Porém, os mexicanos não são os únicos, já que a Sampdoria [VIDEO], time italiano, prometeu fazer uma investida em breve.

Polêmica na Libertadores!

Na terça-feira (1º), em jogo válido pela Libertadores da América, contra o Nacional, o volante recebeu o segundo cartão amarelo, mas o árbitro da partida, Wilmar Roldan, só veio perceber quando jogo tinha acabado. Por isso, foi até o vestiário lhe dar cartão vermelho. Por conta do cartão recebido, será desfalque no confronto diante do Real Garcilaso-PER, no dia 24 de maio.

Sem o atleta à disposição, Jair Ventura poderá utilizar Renato ou Vecchio como substitutos. Nesse duelo, a tendência é que Bruno Henrique fique à disposição pela primeira fez do técnico na Libertadores, já que ele estava machucado e foi suspenso por cinco partidas no ano passado, na eliminação da Libertadores da América.

O próximo confronto do Peixe é no domingo (6), quando enfrenta o Grêmio, fora de casa, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.