Depois de algum tempo se recuperando de uma lesão, o zagueiro Dedé voltou com tudo nesta temporada. Assumiu a titularidade no Cruzeiro e vem sendo elogiado por todo mundo que gosta de futebol. Depois que entrou na Raposa, não saiu mais.

Na quarta-feira (2), foi a vez de enfrentar seu ex-time, onde fez história. Venceu a Copa do Brasil e chegou na Seleção Brasileiro, vestindo a camisa do Vasco.

Mas não deixou barato, para o clube que o projetou para o futebol.

Participou da goleada do time celeste por 4 a 0, em pleno São Januário. A imprensa elogiou muito a partida dele, pois foi soberano na defesa do Cruzeiro. Tirava todas as bolas que apareciam por lá.

Após essa vitória acachapante da Raposa, uma entrevista do zagueiro veio à tona. Ela aconteceu para o ''Canal Pilhado'', no YouTube, do jornalista Thiago Aismar. No bate-papo, Dedé lembra com muito carinho do tempo em que esteve por São Januário.

Recordou como o apelido de ''Mito'' apareceu.

Segundo o defensor, tudo começou na base de brincadeira. Antes do sucesso, ninguém queria que ele jogasse, era o quarto reserva daquele time. Mas calhou de todos se machucarem, e precisou entrar numa partida contra o Vitória. Ele acabou indo muito bem naquele duelo.

Naquele momento, Dedé passou de criticado para virar o ''Mito''. A alcunha pegou, e até hoje ele é reconhecido assim.

Outra recordação do período do Vasco foi quando venceu o prêmio de ''craque da galera'' do Brasileirão 2011. Dedé conta que essa taça é muito valorizada, pois competiu com dois craques do futebol mundial: Ronaldinho Gaúcho e Neymar.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Cruzeiro

Ricardo Gomes

Quem também recebeu muitos elogios durante a entrevista foi o treinador Ricardo Gomes. O defensor acredita que muito da evolução dele no futebol deve-se ao ex-comandante do Vasco. Dedé revela que Ricardo sempre o ajudava nos treinos. Estava sempre orientando no que podia melhorar, não deixava passar um erro se quer.

Para o jogador do Cruzeiro, caso Ricardo Gomes não tivesse sofrido um AVC (acidente vascular cerebral), seria um dos treinadores cotados para assumir a Seleção Brasileira.

Passagem por São Januário

Dedé chegou ao Vasco do Volta Redonda, em 2009. Demorou para se firmar na equipe, não era nem relacionado para as partidas. Quase chegou a ser dispensado, depois de um treino. Na ocasião, ele lesionou um dos principais jogadores do time, naquele momento, o meia Carlos Alberto.

Mas depois que entrou, foi evoluindo, e não saiu mais da equipe. Foi negociado com a Raposa em 2013, depois de grande destaque com a camisa do Vasco.

Até hoje a torcida cruzmaltina lembra dele com muito afeto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo