Em meio à indefinição com relação à renovação de contrato com Léo Cittadini, sem poder contar com Diogo Vitor, suspenso por tempo indeterminado por uso de doping e agora com as crescentes especulações em torno de um suposto interesse do Barcelona em Rodrygo, a diretoria do Santos busca se precaver, trazendo jovens jogadores que à médio prazo possa servir ao elenco do técnico Jair Ventura.

E nesta sexta-feira (11), três novos contratados foram apresentados na Vila Belmiro. Dois deles vem do Vila Nova de Goiás: o zagueiro Anderson Pereira e o atacante Anderson Chub, enquanto que Jeferson Alves é oriundo do Coritiba.

Todos eles assinaram contrato por dois anos e inicialmente serão integrados ao time sub 20 do Peixe, que neste segundo semestre jogará a Copa Paulista, além do Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

No entanto, a qualquer momento podem ser alçados ao time principal, caso o treinador necessite.

Plantão médico da Vila

A intensa maratona de jogos a que o Santos tem se submetido nas últimas semanas já tem mostrado suas consequências e o Departamento Médico do clube está cada vez mais movimentado. Somente nesta sexta-feira (11), o DME contava com seis jogadores com os mais variados problemas, o que pode fazer com que Jair Ventura quebre a cabeça para escalar o time que encara o Paraná Clube, neste domingo (13), às 19 horas, na Vila Belmiro, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Esses problemas também fez o treinador decidir que alguns jogadores serão poupados no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (16), contra o Luverdense, no Mato Grosso.

Os problemas para Jair começam na zaga. Com dores musculares na perna direita, David Braz já esteve fora do duelo contra o Luverdense na quinta-feira e deve ser novamente ausência para o jogo diante do Paraná. Outro que ficou fora no meio de semana foi o volante Léo Cittadini, que sofreu uma entorse no tornozelo direito.

Os problemas no meio de campo seguem com as ausências de Renato e Guilherme Nunes. O primeiro tem dores na panturrilha esquerda, enquanto que o segundo está com uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda.

Seguindo com os jogadores que estão fora de combate, o grupo ganhou agora a presença do lateral Caju, que sentiu dores na coxa e não participou das atividades no CT Rei Pelé. Quem também segue no DM desde o jogo contra o Bahia é o atacante Bruno Henrique, que depois de se recuperar das lesões no olho direto, acabou se machucando no jogo que marcou seu – breve – retorno aos gramados.