Já se preparando para o forte assédio que o mercado externo fará após a Copa do Mundo, o Santos busca de todas as formas, blindar seus principais nomes e, para o caso de não conseguir segurá-los, fazer um bom negócio e assim reforçar seu caixa. Enquanto mantém as conversas para a renovação do vínculo com o volante Léo Cittadini, que também tem propostas da Itália e do México, o clube anunciou nesta quarta-feira (2), a renovação do acordo com outro atleta.

Publicidade
Publicidade

Destaque do time na última edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior e promovido nesta temporada no elenco profissional, o volante Guilherme Nunes, de 19 anos, teve seu vínculo com o clube estendido até 2023. O atleta fez sua estreia nesta temporada, entrando no segundo tempo da vitória por 1 a 0 contra o São Paulo, no estádio do Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

Ele ainda jogou outra partida do Paulistão, contra o São Bento de Sorocaba na Vila Belmiro, em jogo que Jair Ventura optou por uma formação totalmente reserva, e ainda atuou em uma partida da Copa Libertadores da América, na vitória por 3 a 1 diante do Nacional do Uruguai, quando entrou na segunda etapa, no lugar de Léo Cittadini.

Santos garantiu mais uma renovação. (foto reprodução).
Santos garantiu mais uma renovação. (foto reprodução).

“Estou realmente feliz com esta nova etapa. É a realização de um sonho”, disse o jogador, que posou para fotos ao lado do presidente José Carlos Peres.

Derrota no Uruguai muda os planos de Jair

O jogo contra o Nacional, no Uruguai, disputado na última terça-feira (1º), pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, foi o início de uma grande maratona que o time enfrentará até a parada para a Copa do Mundo. E a derrota por 1 a 0 para os donos da casa mudou um pouco os planos da comissão técnica.

Publicidade

Apesar de ter entrado em campo já classificado, o Peixe queria também assegurar a primeira colocação do grupo, fato que não aconteceu e ainda por cima, o time adversário reduziu a diferença para um ponto. Assim, a ideia de poupar jogadores para o último jogo da fase de grupos, no dia 24 de maio, quando o time recebe o Real Garcilaso, no estádio do Pacaembu, terá que ser revista. “Vamos trabalhar com a fisiologia. Quem não tiver indicadores altos, vai jogar”, disse o treinador santista após o jogo em Montevidéu, deixando claro que o objetivo da comissão técnica é conseguir a primeira colocação.

A sequência de jogos que o time vem fazendo já provocou algumas baixas. Eduardo Sasha e Léo Cittadini já desfalcaram o time em algumas partidas por estarem entregues ao Departamento Médico, enquanto que Rodrygo, que sofreu uma dura entrada neste último jogo, é dúvida para pegar o Grêmio, domingo (6), em Porto Alegre, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo e assista ao vídeo