O Santos vem tendo vários jogadores de seu elenco assediados por times do Brasil e do exterior. Lucas Veríssimo, Léo Cittadini e mais recentemente o jovem Rodrygo são alguns dos atletas comandados por Jair Ventura que têm recebido sondagens e a diretoria terá que ter forte poder de negociação para mantê-los na Vila Belmiro por mais algum tempo. Por outro lado, a diretoria não vê a hora de se livrar do lateral-esquerdo Caju, porém não tem sido fácil fazer um bom negócio com o jogador.

O último clube que se interessou pelo jogador foi o Apoel, do Chipre, porém a diretoria santista acabou fazendo jogo duro na negociação e o prazo para que fosse concretizada terminou na última segunda-feira (14).

Se desse certo, o jogador iria se transferir apenas no meio do ano, quando se abre novamente a janela de transferência para o futebol europeu.

De acordo com o portal UOL, o Santos fez jogo duro para ceder o atleta. Além de ter aumentado o valor de compra que seria fixado, o clube ainda demorou a enviar os avais necessários aos empresários e também em responder e-mails. No ano passado, o jogador ficou perto de ser negociado com o Lille, da França, porém o jogador acabou reprovado nos exames médicos e a venda não saiu.

Mesmo com o naufrágio dessa negociação, os representantes do jogador seguem na Europa e estão esperançosos de que outro acordo possa ser fechado, porém estão cientes que as dificuldades são grandes. Enquanto não define seu futuro, o jogador segue treinando e deverá ser titular na partida desta quinta-feira (17), pelas oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Luverdense, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso.

Se entrar mesmo em campo, este será apenas o sexto jogo do lateral na atual temporada.

Liberado pelo DM

Um dos jogadores que não viajou para o duelo no Mato Grosso contra o Luverdense, o zagueiro David Braz foi liberado pelo Departamento Médico e estará à disposição do técnico Jair Ventura para o clássico do próximo domingo (20), diante do São Paulo no Morumbi. O defensor estava com um edema na panturrilha direita e nos confrontos contra o Luverdense (jogo de ida) e Paraná Clube foi substituído por Gustavo Henrique.

Braz vem sendo um dos jogadores mais utilizados por Jair Ventura na atual temporada. Dos 26 jogos que o Santos fez até o momento, o camisa 14 esteve em campo em 20 deles.

Já Bruno Henrique, que também está saindo do DM, só deverá retornar no jogo contra o Real Garcilaso, no dia 24, pela Copa Libertadores da América.