Ainda durante sua campanha, o agora presidente José Carlos Peres prometeu levar metade dos jogos que o Santos faria como mandante, independente de adversário ou competição, para o estádio do Pacaembu, como forma de aumentar a média de público do time. E tão logo foi eleito, o novo mandatário começou a cumprir a promessa. [VIDEO]

Neste ano, os 11 jogos em que foi o mandante, o Peixe fez cinco duelos na capital, incluindo os clássicos contra Corinthians e Palmeiras, pelo Campeonato Paulista, o primeiro jogo em casa pela Copa Libertadores da América, diante do Nacional do Uruguai, e a estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Ceará, ocasião que também serviu como comemoração aos 106 anos de fundação do clube.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Santos

Agora a ideia da diretoria é expandir esses mandos, ele ela já cogita levar partidas para cidades do interior e dois locais foram estudados para receber o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Luverdense, no próximo dia 10 de maio: o Prudentão, em Presidente Prudente, e o Martins Pereira, em São José dos Campos.

No entanto, as duas praças apresentaram problemas e a tendência é que o duelo contra o time do Centro-Oeste seja mesmo em Santos.

Com capacidade para mais de 45 mil pessoas, o estádio do Presidente Prudente está praticamente abandonado e o time até firmou um compromisso de ir jogar lá, deste que as dependências e o campo passarem por reformas. Essas melhorias seriam de responsabilidade da prefeitura local. Já o estádio no Vale do Paraíba tem capacidade menor, podendo receber 16.500, porém o mando de jogo contra o Luverdense nesta praça foi descartado, uma vez que não existia tempo hábil para a instalação de catracas para os sócios do clube.

Nos cinco jogos que mandou para o estádio do Pacaembu, o Santos teve [VIDEO] média 18.644 torcedores, enquanto que na Vila Belmiro, onde fez seis jogo – cinco do Campeonato Paulista e um da Copa Libertadores – a média foi de 6.559 expectadores.

Bate o pé pelo Pacaembu

A diretoria marcou o terceiro e último jogo do Santos como mandante pela fase de grupos da Copa Libertadores da América, no próximo dia 24 de maio, contra o Real Garcilaso, mais uma vez para o estádio do Pacaembu e já até iniciou a venda de ingressos. O problema é que na mesma data, o Corinthians joga em Itaquera contra o Millonarios da Colômbia, às 21h45, enquanto que o jogo do Peixe será às 19h15.

Por conta de haver o risco de conflito entre torcidas, a Polícia Militar não costuma autorizar dois jogos desse porte para horários próximos e já existe uma pressão para que o duelo contra os peruanos seja remarcado para a Vila Belmiro.

Como até esta quarta-feira (2), nenhuma notificação havia sido entregue ao clube, a diretoria afirma que o prazo para solicitar a mudança se esgotou e que irá jogar no Pacaembu e a Conmebol, em seu site oficial, também mantem para o estádio paulistano o confronto.