Tendo cada vez mais seu trabalho questionado no comando do Santos, o técnico Jair Ventura ganhou mais um grande problema para a próxima partida do Peixe, contra o Real Garcilaso, na próxima quarta-feira (24), na Vila Belmiro, pela fase de grupos da Copa Libertadores da América. Isso ainda tendo uma visão otimista da situação, uma vez que o problema pode se estender por várias rodadas do Campeonato Brasileiro.

Após a final da partida contra o São Paulo, no Estádio do Morumbi, nesse domingo (20), quando o time foi derrotado por 1 a 0, o volante Alison foi levado diretamente para um hospital. Ele se machucou no final do primeiro tempo, mas voltou para a etapa complementar, ficando mais alguns minutos em campo até ser substituído por Jean Mota.

A suspeita é que ele tenha sofrido uma nova lesão no joelho. O volante não retornou para o litoral junto com o restante da delegação e ficou em São Paulo, onde nesta segunda-feira (21) fez exames complementares. Sua participação na partida contra o time peruano na quarta-feira foi descartada.

Outros entregues ao DM

As lesões vêm sendo um fantasma que assombra o Santos [VIDEO] desde os primeiros minutos da temporada. O Departamento Médico recebeu seu primeiro “paciente” com apenas 10 minutos do jogo de estreia do Peixe no Campeonato Paulista, quando o atacante Bruno Henrique levou uma bolada no rosto, provocando cinco lesões no olho direito e o afastando de todo o estadual.

Desde então, vários outros atletas já passaram pelo DM, fazendo com que Jair tenha que improvisar jogadores em algumas ocasiões.

Para o clássico contra o São Paulo, o Alvinegro já havia perdido o atacante Arthur Gomes, que se machucou na partida da Copa do Brasil, diante do Luverdense, no Mato Grosso.

Ele dificilmente estará em campo na quarta-feira, assim como o volante Léo Cittadini, que segue fora de combate. Outro que ainda segue fora é o atacante Bruno Henrique, mas o problema de agora nada tem relação com o olho. Em jogo que marcou sua – breve – volta, diante do Bahia, ele sofreu uma lesão de grau 2 na coxa.

Ele já não sente dores, mas o Departamento Médico defende precaução para o retorno do atleta, que ainda não tem prazo estipulado. O Santos se preparara para dois jogos como mandante.

Nesta quarta-feira (24), recebe o Real Garcilaso, na Vila Belmiro, precisando vencer para garantir a primeira colocação do grupo 6 da Copa Libertadores da América. No próximo domingo (27), jogará contra o Cruzeiro, no Estádio do Pacaembu, quando buscará melhorar sua posição no Campeonato Brasileiro.

O time é o 14º colocado com seis pontos em cinco jogos, lembrando que o time, assim como o Vasco, tem um jogo a menos que as demais equipes.