Depois da sofrida classificação para a segunda fase da Copa Sul-Americana, o São Paulo volta sua atenções [VIDEO] para o jogo do próximo domingo (6), quando encara o Bahia, às 16 horas, em Salvador, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de três empates consecutivos, o tricolor busca vencer para seguir entre os primeiros colocados, porém o técnico Diego Aguirre terá dois importantes desfalques, mas também poderá ter um retorno não menos importante.

Diego Souza e Anderson Martins sentiram a coxa durante a vitória por 1 a 0 sobre o Rosário Central e terão que ser avaliados até sábado para saber se eles terão condições de estar em campo no domingo.

Exames feitos nesta quinta-feira (10), não acusaram lesão, isso significa que o tempo de recuperação será menor. Mesmo assim, as possibilidades deles enfrentarem o Bahia são pequenas e a preocupação já passa a ser o jogo do dia 20, quando o Tricolor fará o clássico contra o Santos.

O atacante está com um edema na região posterior da coxa esquerda, caso seja mesmo vetado, Tréllez entrará em seu lugar. Já o defensor está com um trauma na região anterior da coxa esquerda e se for mesmo vetado, Bruno Alves e Arboleda formarão a dupla de zaga do Tricolor.

Falando em zagueiro, a novidade poderá ser a volta de Rodrigo Caio, que está afastado dos gramados desde o empate sem gols contra o Ceará, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Ele participou normalmente os treinamentos desta quinta e deverá estar no banco de reservas na partida de domingo.

Cueva pode ter se despedido

A vitória sobre o Rosário Central, pela Copa Sul-Americana, pode ter marcado a despedida de Cueva do São Paulo. O peruano pediu dispensa para acompanhar o parto do filho e logo depois já deve se apresentar para a seleção de seu país que inicia a preparação para a Copa do Mundo da Rússia. O futuro do jogador é incerto após o mundial e a diretoria do São Paulo já admite que ele pode ser negociado.

“O Cueva tem contrato com o São Paulo [VIDEO] ainda e vamos torcer para que ele faça uma excelente Copa”, disse o diretor de futebol Raí, que teve uma conversa com o jogador. O peruano alegou que estava preocupado com a esposa, que está prestes a dar à luz, e que queria voltar para seu país natal.

O dirigente ainda o lembrou de sua importância para o grupo, mas que também gostaria que todos estivessem focados no clube. “Mas, realmente, ele está com preocupações com a esposa”, disse.

Expulso já nos minutos finais, o atacante não quis conversar com os jornalistas na saída para o túnel que leva aos vestiários.