Aos poucos, Maurício Barbieri vai se firmando no cargo de técnico do Flamengo. Começou sem a confiança dos torcedores, mas os resultados estão mantendo o técnico no comando do Rubro-Negro.

Está perto de conseguir uma vaga na próxima fase da Libertadores e, além disso, é o atual líder do Campeonato Brasileiro. Portanto, o clube deu uma parada na busca por um novo treinador, neste momento.

Mas antes de Barbieri conseguir bons números, o clube cogitou alguns treinadores para o cargo. Renato Portaluppi, do Grêmio recebeu proposta, mas preferiu seguir na equipe gaúcha. Cuca também foi bastante especulado [VIDEO]. No entanto, tem um contrato firmado com a TV Globo para comentar a próxima Copa do Mundo.

Outro que também citado para assumir o Flamengo foi o técnico campeão do mundo com a Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari, mais conhecido como Felipão. Ele não chegou de fato a receber uma oferta para ser o comandante.

Mas, em uma entrevista exclusiva para o programa ''No Ar'', do canal por assinatura Esporte Interativo, ele afirmou que é um ''clube que interessaria'' trabalhar. Ele comentou que, dependendo do projeto, da conversa, aceitaria treinar o Rubro-Negro.

Interesse do Galo

Nesse mesmo bate-papo, Felipão revelou uma paquera que teve com o Atlético-MG. Segundo ele, o Galo o procurou tem dois meses, mas, naquele momento, o comandante não queria pegar nenhum trabalho. Falou para esperar até abril para retomar as conversas.

Fora isso, ainda pediu que a diretoria do Atlético desse moral para o jovem Thiago Larghi.

''Oh, tem o menino, que está trabalhando, coloquem em teste e depois a gente pode ver'', aconselhou ele.

Currículo

Se for parar para analisar o currículo, dificilmente teria alguém no mercado tão vitorioso quanto o ex-técnico da Seleção Brasileira. Felipão coleciona títulos por onde passou, ganhou praticamente tudo. Campeonato Brasileiro, algumas Copas do Brasil, duas Libertadores, Sul-Americana, fora outros títulos. Isso só contando pelo no país.

Fora do Brasil, ele já passou por muitos lugares. Conseguiu levar a Seleção de Portugal até uma final de Eurocopa, quando ninguém apostava naquele time para chegar. Treinou o Chelsea também, além de trabalhar em outros lugares do mundo, como Japão, Kuwait e Uzbequistão.

Seu último time foi o Guangzhou Evergrande, da China [VIDEO], onde também levantou muitas taças: tricampeão chinês, campeão da Liga dos campeões da Ásia, Copa da China e Supercopa da China.

Mas, apesar de tudo isso, Felipão ficará sempre marcado por ser o treinador do Brasil no 7 a 1, para a Alemanha, na última Copa do Mundo. Muita gente acaba esquecendo que Felipão tem mais vitórias que um vexame em um Mundial.