Aos poucos, Maurício Barbieri vai se firmando no cargo de técnico do Flamengo. Começou sem a confiança dos torcedores, mas os resultados estão mantendo o técnico no comando do Rubro-Negro.

Está perto de conseguir uma vaga na próxima fase da Libertadores e, além disso, é o atual líder do Campeonato Brasileiro. Portanto, o clube deu uma parada na busca por um novo treinador, neste momento.

Mas antes de Barbieri conseguir bons números, o clube cogitou alguns treinadores para o cargo.

Publicidade
Publicidade

Renato Portaluppi, do Grêmio recebeu proposta, mas preferiu seguir na equipe gaúcha. Cuca também foi bastante especulado. No entanto, tem um contrato firmado com a TV Globo para comentar a próxima Copa do Mundo.

Outro que também citado para assumir o Flamengo foi o técnico campeão do mundo com a Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari, mais conhecido como Felipão. Ele não chegou de fato a receber uma oferta para ser o comandante.

Publicidade

Mas, em uma entrevista exclusiva para o programa ''No Ar'', do canal por assinatura Esporte Interativo, ele afirmou que é um ''clube que interessaria'' trabalhar. Ele comentou que, dependendo do projeto, da conversa, aceitaria treinar o Rubro-Negro.

Interesse do Galo

Nesse mesmo bate-papo, Felipão revelou uma paquera que teve com o Atlético-MG. Segundo ele, o Galo o procurou tem dois meses, mas, naquele momento, o comandante não queria pegar nenhum trabalho.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Flamengo

Falou para esperar até abril para retomar as conversas.

Fora isso, ainda pediu que a diretoria do Atlético desse moral para o jovem Thiago Larghi. ''Oh, tem o menino, que está trabalhando, coloquem em teste e depois a gente pode ver'', aconselhou ele.

Currículo

Se for parar para analisar o currículo, dificilmente teria alguém no mercado tão vitorioso quanto o ex-técnico da Seleção Brasileira. Felipão coleciona títulos por onde passou, ganhou praticamente tudo.

Campeonato Brasileiro, algumas Copas do Brasil, duas Libertadores, Sul-Americana, fora outros títulos. Isso só contando pelo no país.

Fora do Brasil, ele já passou por muitos lugares. Conseguiu levar a Seleção de Portugal até uma final de Eurocopa, quando ninguém apostava naquele time para chegar. Treinou o Chelsea também, além de trabalhar em outros lugares do mundo, como Japão, Kuwait e Uzbequistão.

Publicidade

Seu último time foi o Guangzhou Evergrande, da China, onde também levantou muitas taças: tricampeão chinês, campeão da Liga dos campeões da Ásia, Copa da China e Supercopa da China.

Mas, apesar de tudo isso, Felipão ficará sempre marcado por ser o treinador do Brasil no 7 a 1, para a Alemanha, na última Copa do Mundo. Muita gente acaba esquecendo que Felipão tem mais vitórias que um vexame em um Mundial.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo