Já classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores da América e com o primeiro lugar de sua chave já garantido, o Palmeiras faz, nesta quarta-feira [VIDEO] (16), seu último jogo na fase de grupos, quando recebe o Junior Barranquilla, às 21h45, no Allianz Parque. O jogo poderia até mesmo ser apontado como sem importância, porém o fato de poder eliminar o Boca Junior ainda na primeira fase, caso seja derrotado, jogou os holofotes da rodada em cima do time verde.

Com uma intensa maratona de jogos que terá até a Copa do Mundo [VIDEO], incluindo outro clássico (contra o São Paulo) e ainda o jogo de volta da Copa do Brasil contra o América Mineiro, muito tem se falado que o técnico Roger Machado poderia optar em escalar um time misto, o que poderia complicar a vida do rival argentino.

E pelo que foi visto no treino desta terça-feira (15), o último antes da partida, na Academia de Futebol, a equipe brasileira não está muito preocupada com o que irá acontecer com o Boca.

Nove dos jogadores considerados titulares não apareceram no campo para treinar e os únicos dos 11 iniciais habituais a darem as caras foram o goleiro Jaílson e o atacante Dudu, este que já não jogará contra o Bahia pelo Campeonato Brasileiro por estar suspenso e por isso deverá ir ao jogo. No entanto, a tendência é que alguns dos atletas que não participaram das atividades estejam em campo para encarar o time colombiano.

O que está em jogo

Para o Palmeiras, a única coisa que ainda está em jogo dentro da competição é garantir a melhor campanha dentre todos os 16 times classificados, o que praticamente assegura a vantagem de decidir em casa todos os jogos da fases de mata-mata.

Além disso, o time precisa dar uma resposta o quanto antes por conta da derrota no clássico do último domingo.

O Barranquilla tem sete pontos, um a mais que o Boca e uma simples vitória contra o Verdão será suficiente para os colombianos avançarem. Em caso de empate o time argentino não poderá vencer o Alianza Lima e em caso de vitória palmeirense, um empate bastará ao Boca, uma vez que ele ficaria com melhor saldo de gols que seu concorrente.

Para o meia Guerra, que deverá estar em campo, o pensamento do Palmeiras é um só: vencer. “Somos profissionais. Vamos jogar para vencer. Temos de pensar em ganhar e fazer um bom jogo”, disse o jogador, que ainda destacou que o objetivo do elenco é o primeiro lugar na classificação geral. "Vamos jogar em casa, com a nossa torcida e queremos vencer para ficar no primeiro lugar geral".