A grande final do Campeonato Paulista ainda rende muita polêmica, mesmo já tendo se passado praticamente um mês do confronto histórico no Allianz Parque. O Palmeiras se diz prejudicado por uma suposta interferência externa, por isso está brigando na Justiça desportiva para a anulação da partida diante dos corintianos.

Na última semana, Andrés Sanchez, presidente corintiano, falou de assuntos internos do Palmeiras, como salários de jogadores e propostas, sendo visto como uma tentativa de desestabilizar o rival.

Nessa sexta-feira, Maurício Galiotte, mandatário alviverde, deu uma entrevista para a FOX Sports, onde respondeu o que achava da atitude do corintiano, e também fez uma previsão.

''A nossa equipe não vai comentar informações de pessoas que não vivem o ambiente do nosso clube. Não acredito que um dirigente de outro time possa fazer comentários que o Palmeiras possa se beneficiar em algo. Aproveito a oportunidade para conversar com o torcedor palmeirense que o trabalho de médio e longo prazo, é um trabalho com base muito sólida.

O futuro será muito promissor'', destacou o mandatário.

Antônio Olim, presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP), negou na sexta-feira o pedido do Palmeiras para a impugnação da partida. O motivo seria que o Alviverde teria perdido o prazo de dois dias para entrar com o pedido, por isso o caso foi extinguido, mesmo sem ter sido julgado.

Essa decisão faz que o Palmeiras não possa mais recorrer ao TJD, por isso deve partir para a próxima instância, entrando com uma ação no STJD, órgão que é ligado a CBF.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Palmeiras Corinthians

Maurício Galiotte acabou se exaltando após a partida, no dia 8 de abril. Na ocasião, ele chamou o campeonato de 'Paulistinha', por isso foi denunciado no TJD, podendo pegar até 180 dias de punição.

Próximo clássico!

Na semana que vem, dia 13 de maio, ocorrerá o quarto Dérby da temporada. O jogo é muito esperado, porque é o primeiro após o decisão polêmica do estadual. A partida ocorrerá na Arena Corinthians, estádio onde o Verdão tem um excelente retrospecto, com 3 triunfos conquistados nos últimos anos.

Por conta da sequência de partidas, o Alvinegro vem sofrendo com a parte física, ficando sem quatro titulares a disposição. Fagner, Clayson, Ralf e Renê Junior são baixas do técnico Fábio Carille. Nesse domingo, o professor corintiano poupará boa parte dos seus titulares diante do Ceará, assim espera recuperá-los fisicamente.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo