O presidente Maurício Galiotte foi o único representante do Palmeiras a falar após a polêmica arbitragem no último dia 8 de abril, quando o Corinthians venceu o Palmeiras, no Allianz Parque, por 1 a 0, e depois conquistou nos pênaltis o título de campeão paulista 2018. Na ocasião, o mandatário alviverde se revoltou, quando acabou chamando a competição estadual de ‘’Paulistinha’’

“É um exemplo de interferência, isso não é esporte. Nós não ganhamos a partida, mas teve interferência.

Publicidade
Publicidade

Uma vergonha, um campeonato manchado, estragado, jogado no lixo. Respeitamos a equipe adversária, mas nenhum clube precisa passar por essas coisas, nem Corinthians, nem Palmeiras, nem qualquer equipe”, disse o presidente do Palmeira à época.

“O campeonato está manchado e nos deixa com muita vergonha. Digo para a torcida do Palmeiras: esqueçam esse Paulistinha. Somos maiores que esse Paulistinha, vamos brigar por coisas grandes, com o nosso planejamento, nossos objetivos, não iremos nos preocupar com essa situação vergonhosa”, acrescentou ele na ocasião.

Publicidade

Nessa quarta-feira (2), Galiotte foi denunciado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) por essas declarações. Ele foi denunciado no artigo 258, parágrafo 2º-II, que diz: ''faltar com respeito aos membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra as decisões tomadas'' e ''ter uma conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva''.

A audiência para tratar da denúncia ocorrerá na próxima segunda-feira, dia 7, com punição que varia de 15 a 180 dias de suspensão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Corinthians

O Palmeiras se revoltou contra a Federação Paulista de Futebol pela suposta interferência externa na decisão do campeonato. O clube está brigando na Justiça Desportiva pela anulação da partida, mas, para isso, terá que provar que realmente houve a interferência naquela tarde de domingo, no Allianz.

Torcedores do Palmeiras estão revoltados com a possibilidade de punição do presidente. Nas redes sociais, muitos alviverdes reclamaram da denúncia.

''Galiotte, estamos contigo!

É Paulistinha mesmo, assim como é uma federaçãozinha de m#@%'', declarou um palmeirense na sua conta no Twitter. ''Se o Galiotte se desculpar pelo "Paulistinha" e falar que ele quis dizer "Paulistaço", será que o TJD diminui a pena para algum trabalho alternativo, como pintar a Federação Paulista de Futebol?'', ironizou outro torcedor palmeirense.

O Verdão voltará a enfrentar o Corinthians no próximo dia 12, em jogo válido pela quinta rodada do Brasileirão, no Estádio de Itaquera, casa do adversário.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo