O Palmeiras já está classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Mas, para fechar a primeira fase, restam ainda duas partidas. O Verdão encara o Alianza Lima, do Peru, nesta quinta-feira fora de casa. Depois recebe os colombianos do Júnior Barranquilla.

O técnico Roger Machado ainda tem algumas dúvidas. Em treino fechado nesta terça-feira, feriado nacional do Dia do Trabalho, o treinador não contou com o volante Felipe Melo.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Com lesão na sola do pé, Melo está fora da disputa. Bruno Henrique treinou normal e está disponível.

O colombiano Miguel Borja também não deve ser problema. O time já está pronto na cabeça do treinador, agora só resta esperar a escalação momentos antes da partida.

Empate com a Chapecoense ainda causa angústia

O Campeonato Brasileiro tem formato de pontos corridos. Ou seja, empatar em casa não é bom resultado. Perder dois pontos dentro dos seus próprios domínios não é considerado um bom placar. No domingo, no Allianz Parque, o Verdão não saiu da igualdade com a Chapecoense.

Mas o resultado do jogo não refletiu exatamente o que foi a partida. O Palmeiras [VIDEO] atacou e finalizou bastante. O goleiro da Chape fez ótimas defesas e praticamente salvou o time de Santa Catarina. Mas o lance crucial veio no final: o zagueiro Antônio Carlos aproveitou bem o cruzamento e mandou de cabeça para as redes. O bandeira anulou alegando impedimento. Mas as imagens foram claras: o defensor estava em posição legal e com bastante distância da linha impeditiva.

Contra o Corinthians na final do Paulistão, o Palmeiras reclama de interferência externa.

Marcelo Aparecido deu pênalti [VIDEO] de Ralf em Dudu e depois voltou atrás. O clube paulista ainda tenta provar que houve comunicação de fora do gramado e até contratou uma empresa multinacional do ramo de investigações. O processo ainda deve rumar para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro.

Novo valor, Globo?

A Rede Globo teve a 'rebelião' de três clubes para a renovação da assinatura dos direitos do Brasileirão: Atlético-PR, Bahia e Palmeiras. Fernando Manuel Pinto, diretor de contratos esportivos da emissora, disse em entrevista que pretende convencer os clubes da alteração dos valores.

Para fechar, a Globo ofereceu valores 20% menores em TV aberta e 5% menores em TV fechada (por jogo). A redução causou nervosismo na diretoria do Palmeiras que, na hora, já rebateu negando qualquer tipo de conversa com base nos valores propostos.

O Palmeiras não pretende abrir mão tão fácil. A Rede Globo, por conta de protestos do Atlético-PR, deixou de transmitir a decisão do Estadual Paranaense. Manuel Pinto deverá trabalhar bastante para tentar colher os vistos dos clubes.