Em meio a especulações dando conda da saída de jogadores [VIDEO], e também enquanto as inscrições para novos jogadores vindos do exterior não reabrem, algo que irá ocorrer apenas depois do termino da Copa do Mundo da Rússia, a diretoria do Santos segue trabalhando para manter seus jogadores que estão entrado em fase final de contrato, porém em alguns casos as negociações estão bastante duras e os dirigentes precisarão de muita perspicácia para não perder atletas de graça.

A negociação mais complicada no momento [VIDEO] é a com o volante Léo Cittadini, cujo contrato vence no final do ano e em razão disso, o jogador já poderá assinar um pré-acordo com outra equipe no próximo mês.

Internazionale e Sampdoria, da Itália, além de três times mexicanos, já demostraram interesse em contar com o futebol do jogador.

A diretoria santista vem mantendo conversas com o estafe do jogador, porém um dos entraves na negociação é com relação ao valor da multa rescisória. O clube deseja que ela seja fixada em 50 milhões de euros, algo em torno de 200 milhões de reais, porém os representantes do atleta acreditam quem dificilmente algum time do exterior pagaria tamanha quantia para leva-lo embora. Não bastasse isso, as declarações da diretoria, afirmando que havia proposto um contrato de produtividade ao atleta deixaram mais insatisfeito seus representantes, que negaram que isso tivesse ocorrido.

Promovido ao time profissional ainda em 2013, somente agora, sob o comando do técnico Jair Ventura é que o jogador vem tendo uma sequencia no time titular.

Antes disso ele não havia sido procurado para conversar sobre a renovação de seu acordo e em recente entrevista, o presidente José Carlos Peres disse que agora era tempo de investir no jogador. “É hora de investir um pouco nele mesmo”, falou o mandatário santista na semana passada.

Não vai para a Seleção

Com uma grande maratona de jogos pela frente nas próximas semanas, que só cessará quando começar a Copa do Mundo, a comissão técnica do Santos vetou a ida do atacante Yuri Alberto para a Seleção Brasileira Sub 20, que fará um período de treinos no CT Joaquim Grava, já visando o Sul-Americano Sub-20 do ano que vem.

Caso fosse convocado, o jogador de 17 anos ficaria fora do duelo desta quarta-feira (9), contra o Luverdense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e também para o jogo de domingo (13), contra o Paraná Clube, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. No entanto, o jogador não vem sendo muito utilizado por Jair Ventura.