A vitória por 2 a 0 sobre a Austrália de nada serviu para a seleção do Peru, que já entrou em campo nesta terça-feira (26) sem chances de avançar para as oitavas de final da Copa do Mundo. Passada a tristeza da eliminação, alguns jogadores já começam a pensar no futuro, como o lateral-esquerdo Trauco, que após a partida, revelou que deseja deixar o Flamengo.

“Quero sair do Flamengo, estou muito incomodado.

Espero que isso possa se concretizar em breve”, disse o peruano, mas sem falar o fato que lhe incomoda. Ele, que ainda tem mais um ano e meio de contrato com o clube rubro-negro, chegou ao time carioca no ano passado e ganhou a titularidade na posição após a ida de Jorge para o Mônaco, porém, hoje ocupa a reserva de Renê e talvez possa estar aí a explicação para o incômodo. Pelo clube, o lateral fez 59 partidas e anotou quatro gols.

Com a vitória sobre os australianos, o Peru terminou em terceiro lugar no grupo C da Copa do Mundo, atrás de França, sete pontos; e Dinamarca, que somou cinco.

Chegada de reforço

Se Trauco pode estar deixando o Flamengo, um novo reforço acabou de desembarcar na Gávea. Trata-se do centroavante colombiano Fernando Uribe, de 30 anos, que defendeu o Toluca nas três últimas temporadas, pelo qual fez 116 partidas e balançou as redes 61 vezes.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol

Ele se apresentou nesta terça-feira (26) no Ninho do Urubu, onde teve o primeiro contato com os novos companheiros.

O jogador, cujo acordo é válido até dezembro de 2021, chega com a missão de suprir a venda de Felipe Vizeu, negociado com a Udinese, da Itália, e a provável saída do peruano Paolo Guerrero, que nessa terça marcou o segundo gol do Peru contra a Austrália.

Guerrero

Falando em Guerrero, o jogador ainda não definiu sua situação dentro do Flamengo.

Com contrato vencendo em agosto próximo, as partes ainda não chegaram a um acordo quando à renovação e em entrevista coletiva, dada na segunda-feira (25), véspera do jogo contra a Austrália, ele disse que a situação está nas mãos do Rubro-Negro. “Não sei o que vai acontecer. Creio que está nas mãos do Flamengo. Eu sigo sendo parte do Flamengo”, disse.

A relação entre o jogador e o clube sofreu um desgaste às vésperas da Copa do Mundo por conta da suspensão de seu contrato durante o tempo em que ele ficou suspenso por doping.

Nas conversas preliminares, não houve acordo quando ao tempo do novo contrato, uma vez que jogador quer assinar por um longo período e deseja receber vencimentos do período suspenso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo