Pioneira do Brasil nas quadras de Tênis, Maria Esther Bueno faleceu nesta sexta-feira aos 78 anos de idade. Ela já estava internada no Hospital 9 de Julho, em São Paulo, ao ser diagnosticada por câncer na boca. As informações dão conta de que o câncer sofreu metástase e se espalhou para outras partes do corpo da ex-tenista.

Em nota, o hospital não quis dar mais informações sobre a morte da ex-atleta "por respeito à família". Apenas confirmou o óbito já no início da noite de sexta-feira. Como era de se esperar, inúmeros jogadores [VIDEO] e ex-jogadores postaram suas reverências nas redes sociais e indicaram o quanto ela foi importante para o esporte.

Veja uma postagem feita pelo tenista brasileiro Bruno Soares:

De acordo com o portal UOL Esporte, Maria Esther foi hospitalizada há cerca de duas semanas pelo agravamento do seu quadro. Na quarta-feira, precisou ser sedada e não houve melhora até o falecimento. Nos últimos anos, ela vinha comentando algumas partidas principais transmitidas [VIDEO] pelo canal a cabo SporTV.

Como jogadora profissional, Maria Esther Bueno construiu uma linda história entre as décadas de 50 e 60, quando conquistou dezenas de torneios de Grand Slams, os mais importantes do circuito do tênis mundial.