Na fria manhã deste sábado, o Fluminense [VIDEO] encerrou a sua preparação para o confronto de domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Independência, em Belo Horizonte, diante do Atlético-MG, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro [VIDEO], a penúltima antes de o certame ser paralisado por conta da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Em novo trabalho fechado no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, o elenco participou de uma atividade tático na qual o técnico Abel Braga simulou diversos momentos do jogo, focando, especialmente, a marcação, a saída de bola e os lances ofensivas. Para encerrar, cobranças de faltas e pênaltis.

Após deixarem o Fla-Flu da última quinta, em Brasília, com problemas físicos (incômodo muscular e pancada na costa, respectivamente), o zagueiro Renato Chaves e o atacante Pablo Dyego participaram normalmente e estarão à disposição. Em contrapartida, o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, o lateral-direito Léo e os atacantes Marcos Júnior e Pedro, todos lesionados, só retornam após a Copa. Outro desfalque é o também lateral-esquerdo Marlon. Este, porém, cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo e volta normalmente na quinta que vem, contra o Santos, no Maracanã.

Na parte da tarde, a delegação seguiu para a capital mineira. A dúvida é quem será o lateral-esquerdo. Abel pode optar por João Vítor, atleta do Sub-20 e especialista da função, ou improvisar um zagueiro, no caso, Roger Ibañez, que não atua desde a derrota de 2 a 1 para o Corinthians, em São Paulo, na abertura do Brasileirão.

O Fluminense vem de duas derrotas consecutivas: 2 a 1 para o Paraná, em Curitiba e 2 a 0 para o Flamengo. Dessa forma, o Tricolor, que chegou a ser vice-líder, caiu para o 10º lugar do Campeonato Brasileiro, somando 14 pontos, necessitando, dessa forma, vencer para não se afastar do bloco dos primeiros colocados.

Postagem no Fla-Flu gera rompimento de parceria

Fora de campo, o agito ficou por conta do rompimento da parceira com o Descomplica, site voltado ao ensino médio, que, na última quinta, postou, em seu site oficial, mensagens consideradas ofensivas pelo Fluminense. Diante disso e apoiado pelo departamento jurídico, o presidente Pedro Abad, através de nota divulgada no portal do clube das Laranjeiras, informou o fim do vínculo.

Desde a saída da Unimed, o Flu vem sofrendo com dificuldades financeiras. Atualmente, a Valle Express, empresa de cartões de crédito, é a patrocinadora master do clube carioca. Além dela, a Frescatto (gêneros alimentícios), a LAFE (exames laboratoriais) e a TIM (telefonia móvel) estampam as suas marcas no uniforme tricolor.