A má fase que durava oito meses e sete jogos finalmente chegou ao fim, e no momento mais oportuno possível. Diante de sua torcida, a Rússia se inspirou pela linda festa de abertura da Copa do Mundo 2018 e goleou a Arábia Saúdita por 5 a 0 [VIDEO] no jogo de abertura do torneio mundial. As equipes do Grupo A se enfrentaram no Estádio Lujniki, em Moscou, na primeira partida da Copa da Rússia.

A Rússia não vencia uma partida desde o dia 7 de outubro do ano passado, quando superou a Coreia do Sul. Desde então, a anfitriã da Copa registrou três empates com Irã, Espanha e Turquia, e quatro derrotas contra Argentina, Brasil, França e Áustria.

Embalados pela festa pré-jogo, os russos deram a volta por cima em seus domínios e fizeram sua torcida delirar e sonhar com voos mais altos na competição. Com a chuva de gols e os três pontos garantidos na primeira rodada, os russos agora se preparam para enfrentar o Egito do craque Mohamed Salah, que estreia na Copa nesta sexta-feira, dia 15, contra o Uruguai.

Festa de abertura tem show de Robbie Williams e presença de Ronaldo Fenômeno

Antes de a bola rolar, o Estádio Lujniki, na capital da Rússia, recebeu uma linda festa para celebrar a abertura da Copa de 2018 [VIDEO]. Com show do cantor inglês Robbie Williams e presença do atacante brasileiro Ronaldo, o Fenômeno, a celebração durou cerca de 15 minutos, e contou com cerca de 80 mil expectadores nas arquibancadas. A festa também teve a presença do goleiro espanhol Iker Casillas, que levou a taça do Mundial ao campo.

Depois das celebrações e de um discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, a bola começou a rolar em Moscou às 18h locais.

Rússia faz bonito e encanta sua torcida com goleada

Empolgada pela torcida e pela festa, a anfitriã da Copa partiu pra cima da Arábia Saudita, e precisou de apenas 12 minutos para abrir o placar. O meia Yuri Gazinsky aproveitou cruzamento na área e completou de cabeça para o fundo das redes, marcando o primeiro da Rússia.

Aos 24, um susto para os donos da casa. Um dos principais destaques do time da casa, o atacante Alan Dzagoyev se lesionou e precisou ser substituído. Muito criticado pela torcida nos últimos meses, o técnico Stanislav Cherchesov escolheu Cheryshev para entrar no jogo. A estrela do técnico brilhou, e o atacante substituto acabou marcando dois gols na goleada.

O segundo da Rússia e primeiro dele na partida veio aos 43, quando Cheryshev recebeu na área, cortou de dois árabes e marcou um belo gol. Depois do intervalo, o técnico Cherchesov mexeu bem novamente, e outro substituto marcou o terceiro.

Depois de entrar aos 25, Artem Dzyuba tocou apenas três vezes na bola, a última delas uma cabecada para o gol, anotando o seu com menos de um minuto em campo.

Com o jogo completamente dominado, a Rússia só esperou até ampliar. E os dois tentos finais vieram na prorrogação. Aos 46 da segunda etapa, Cheryshev brilhou novamente, marcando um golaço em chute de fora de área. E cabia mais. Aos 49, Golovin bateu falta na entrada direita da área e selou a goleada de cinco gols dos russos em cima da Arábia Saudita, para a vibração da torcida em Moscou.

Próximos jogos do Grupo A

Agora, os russos se preparam para enfrentar os egípcios, que devem contar com o craque Salah, do Liverpool, recuperado de lesão. As equipes se enfrentam na próxima terça-feira, dia 19, no Estádio São Petersburgo, pela segundada rodada da Copa. Já a Arábia Saudita pega o Uruguai na quarta-feira, dia 20, na Arena Rostov, mesmo estádio que abrigará a estreia do Brasil na Copa, no domingo, contra a Suíça.

Goleada histórica

Além de quebrar o longo jejum sem vitórias da Rússia, a chuva de gols desta quinta-feira faz com que a aquipe da casa passe a figurar no hall das maiores goleadas aplicadas em jogos de aberturas de Copas, se igualando com o Brasil de 1954, que fez o mesmo placar no México há 64 anos. No entanto, as duas goleadas são superadas pelo placar de 7 a 1 aplicado pela Itália sobre os Estados Unidos em 1934, quando o Mundial foi inaugurado com oito partidas realizadas simultaneamente.