Agora é oficial. No final da tarde desta terça-feira, o Fluminense, através de seu site oficial, confirmou Paulo Angioni [VIDEO] como o seu novo gerente-executivo de futebol, substituindo a Paulo Autuori, que permaneceu no cargo durante cinco meses e, por discordar de algumas atitudes da diretoria, como o atraso de salários dos jogadores e a não contratação do atacante Kléber Gladiador, aceitou um convite do Ludogorets, da Bulgária, para voltar a ser treinador.

Ex-dirigente de Vasco, Flamengo, Corinthians, Palmeiras e Bahia, Angioni, que foi escolhido após tentativas frustradas com Rodrigo Caetano e Ricardo Gomes, terá a sua quarta passagem pelas Laranjeiras.

Na última, em 2014, foi dispensado após receber muitas críticas da Flusócio, principal grupo de apoio tanto do antigo presidente Peter Siemsen, quanto do seu sucessor e atual mandatário, Pedro Abad.

A apresentação de Paulo Angioni está marcada para a próxima terça-feira (26). Ele concederá entrevista coletiva ao lado do presidente Abad e do vice de futebol, Fabiano Camargo. No mesmo dia acontecerá a reapresentação do elenco, visando o clássico do dia 19 de julho, às 20h (de Brasília), em São Januário, diante do Vasco, válido pelo recomeço do Campeonato Brasileiro.

Na volta aos treinamentos, a diretoria espera ter resolvido todas as pendências, dentre elas, quem será o novo técnico. Após o pedido de demissão de Abel Braga, ocorrido no sábado passado, o Flu entrou em contato com Zé Ricardo, que não trabalha há quase dois meses desde quando deixou o Vasco.

O treinador, porém, rejeitou a oferta tricolor porque estaria aguardando uma proposta do futebol do Oriente Médio.

Com a recusa de Zé Ricardo, o Fluminense [VIDEO] partiu para o plano B e, por duas vezes, telefonou para Dorival Júnior, que, recentemente, estava no São Paulo. O treinador, que já teve passagem pelas Laranjeiras no final de 2013, está em Santa Catarina e pediu um tempo para resolver alguns problemas particulares. A princípio, o Tricolor aceitou a solicitação do comandante, mas permanece de olho no mercado em busca de opções. Nesse caso, nomes como Vanderlei Luxemburgo, Guto Ferreira e Marcelo Cabo surgem como alternativas.

Depois de um bom início, com direito a título de Campeonato Carioca vencendo o Botafogo por 3 a 0, no Maracanã, o Fluminense vem de um momento instável na temporada. Nos últimos jogos, obteve, como melhor resultado, um empate (0 a 0 com o Grêmio, em Porto Alegre). No restante, derrotas para Paraná (2 a 1, em Curitiba), Flamengo (2 a 0, em Brasília), Atlético-MG (5 a 2, em Belo Horizonte) e Santos (1 a 0, no Rio).