Luan Peres não joga mais pelo Fluminense. Depois de dois meses vestindo a camisa verde, branco e grená, sendo a última vez na derrota de 1 a 0 para o Santos, no Maracanã, na rodada que antecedeu a paralisação do Campeonato Brasileiro por conta da disputa da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o zagueiro rescindiu, na noite desta quarta-feira (20), o seu contrato de empréstimo com o Tricolor, válido até o meio do ano que vem. A partir de agora, defenderá um clube do futebol belga, cujo nome não foi revelado.

As diretorias do Fluminense e do Ituano, clube que tinha os direitos de Luan Peres, chegaram a um acordo. Sofrendo com dificuldades financeiras, a equipe das Laranjeiras receberá 500 mil euros, aproximadamente R$ 2,1 milhões, como ressarcimento.

A negociação foi tão rápida que o vínculo de Luan Peres com o Flu já foi rescindido, informação atualizada no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ele viaja para a Europa no final de semana para realizar os tradicionais exames médicos e, em seguida, ser oficialmente apresentado ao novo time.

Trazido após um pedido do então técnico Abel Braga, que gostaria de contar com um zagueiro canhoto em seu elenco, Luan estava cedido, também por empréstimo, para a Ponte Preta. Na ocasião, o Flu, para conseguir a sua liberação, cedeu Reginaldo ao clube de Campinas.

Novo treinador continua indefinido

Enquanto isso, segue a busca por um novo treinador. Após a saída de Abel Braga [VIDEO], decidida após reunião no sábado passado, a diretoria vem entrando em contato com alguns profissionais.

Inicialmente, o alvo foi Zé Ricardo, mas esse declinou do convite.

Com a recusa de Zé Ricardo, o Flu procurou Dorival Júnior, recentemente dispensado pelo São Paulo. Problemas particulares, no entanto, fizeram o técnico, que em 2013 esteve nas Laranjeiras, descartar uma volta ao Rio de Janeiro.

Após essas duas tentativas frustradas, o Fluminense [VIDEO] sondou Cuca e Osvaldo de Oliveira. Novas tentativas fracassadas. Diante disso, passou a apostar em nomes menos badalados. Guto Ferreira, que estava no Bahia, Marcelo Cabo, atualmente no Atlético-GO, Cristóvão Borges e Argel Fucks, ambos livres no mercado, surgem como possibilidades. O planejamento da diretoria é na reapresentação do elenco, marcada para a terça, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, já haver uma definição sobre esse assunto.

Vindo de quatro derrotas seguidas e despencando da vice-liderança para o 12º lugar com 14 pontos, o Fluminense [VIDEO] volta a atuar pelo Brasileirão no próximo dia 19 de julho, encarando, a partir das 20h (de Brasília), em São Januário, o Vasco.