O Palmeiras enfrenta o Grêmio nesta quarta-feira (06) pelo Campeonato Brasileiro. O técnico Roger Machado tem alguns problemas para formar a equipe. O atacante Keno e o lateral Diogo Barbosa estão lesionados e ausentes da partida. Antônio Carlos cumprirá suspensão automática e também não joga. Enquanto isso, Miguel Borja foi confirmado na delegação colombiana que viajará para a Rússia para disputar o Mundial.

Victor Luiz e Thiago Martins devem voltar ao time. Marcos Rocha, que cumpriu suspensão, também retorna. Lucas Lima deve seguir no banco de reservas, enquanto Moisés deve começar o duelo como titular.

Publicidade

Keno no Departamento Médico e com proposta na mesa

Keno chegou ao Palmeiras em 2017 depois de negociação com o Santa Cruz. O veloz jogador foi um dos destaques da equipe do nordeste e chamou a atenção de Alexandre Mattos, executivo de Futebol.

Aos poucos, o jogador foi mostrando sua habilidade e seu futebol. Tomou a vaga como titular e ganhou confiança com Roger Machado. Fez gols importantes e teve boas atuações. Isso já foi o bastante para chamar a atenção de clubes do exterior.

O futebol árabe, mais especificamente o Al-Nassr, está sondando Keno e já mandou proposta diretamente para o Palmeiras.

O valor? R$ 35 milhões (8 milhões de euros). Quem confirmou foi o empresário do atleta, Ribeiro Neto. Ele conversou com o site Nosso Palestra e comentou sobre a possibilidade.

O agente de Keno disse que ele 'está em paz' no Palmeiras e que não quer sair no momento. Os árabes consultaram primeiro o Palmeiras para saber da possibilidade de negócio. O salário do atacante fatalmente deverá ter aumento considerável e atrativo. Fábio Carrile, ex-técnico do Corinthians, por exemplo, também tinha o desejo de permanecer, mas os valores da transação e os vencimentos foram exorbitantes, e impossíveis de recusar.

Publicidade

Na semana passada, Maurício Galiotte, presidente do Alviverde, garantiu que algumas propostas já estavam chegando para alguns jogadores. Ele não revelou detalhes, mas confirmou que todas seriam analisadas e, se fossem de acordo com o que o Palmeiras busca, o martelo seria batido.

Palmeiras tem negociações finalizadas

O volante Tchê Tchê já foi negociado com o futebol da Ucrânia. O lateral João Pedro, que estava no Bahia, vai defender o Porto, de Portugal. João Pedro, por sinal, foi cria da base na Academia de Futebol, e vai render mais de R$ 10 milhões aos cofres palmeirenses.

O clube não tinha a intenção de repatriá-lo novamente e o mesmo sequer teria espaço no time de Roger Machado.

Aos poucos, o clube vai resolvendo a vida de jogadores que estão emprestados ou que não serão utilizados ao longo da temporada.