Na tarde da última sexta, o nome de Ricardo Gomes surgiu como provável novo gerente-executivo de Futebol do Fluminense, mas uma proposta do Santos, surgida no final da noite do mesmo dia, praticamente afastou o retorno do ex-zagueiro às Laranjeiras. Diante disso, o presidente Pedro Abad agiu rápido e, neste sábado, praticamente acertou a vinda de Paulo Angioni para ocupar o cargo vago desde a saída de Paulo Autuori, que decidiu a voltar a trabalhar como técnico no futebol da Bulgária.

Com passagens por Corinthians, Vasco, Flamengo, Bahia e Palmeiras, Angioni já trabalhou nas Laranjeiras em três ocasiões. A primeira foi entre os anos 2000 a 2002.

Ao longo desse período, o Flu chegou a duas semifinais de Campeonato Brasileiro e conquistou um Campeonato Carioca (2002). Em 2004, voltou a Álvaro Chaves, mas permaneceu por lá por pouco tempo. Na temporada de 2014, durante a gestão Peter Siemsen, retornou ao Tricolor.

Prestes a assumir, Paulo Angioni terá a importante missão de definir o novo treinador, uma vez que Abel Braga, depois de reunião com o presidente Pedro Abad, pediu demissão após mais de um ano à frente da equipe de futebol profissional. Em sua terceira passagem, o agora ex-técnico conviveu com inúmeros problemas nos bastidores e obteve resultados modestos dentro das quatro linhas, conquistando apenas dois títulos de turnos de Campeonato Carioca, a Taça Guanabara de 2017, derrotando, nos pênaltis, o Flamengo e a Taça Rio de 2018, goleando, na final, o Botafogo por 3 a 0.

Nos corredores, o nome de Zé Ricardo, vencedor do Estadual do ano passado pelo Flamengo e sem clube há cerca de um mês desde quando saiu do Vasco, surge como o principal favorito para assumir o comando da agremiação verde, branco e grená.

Após um início promissor, chegando, inclusive, a ocupar a vice-liderança, o Fluminense [VIDEO] vem de um momento terrível no Campeonato Brasileiro. Com quatro derrotas seguidas, a última na quarta passada para o Santos (1 a 0), em pleno Maracanã, o Tricolor estacionou nos 14 pontos e despencou para o 12º lugar na classificação da Série A do principal certame do futebol nacional. Por conta do recesso para a Copa do Mundo, a equipe das Laranjeiras só volta a campo no próximo dia 17 de julho, encarando, a partir das 20h (de Brasília), em São Januário, um velho rival, o Vasco.

Além do Brasileirão, o Fluminense [VIDEO] terá a segunda fase da Copa Sul-Americana. Nos dia 1º e 15 de agosto, enfrentará, no Rio e em Montevidéu, respectivamente, o Defensor Sporting, do Uruguai.