Depois de acertar o retorno do zagueiro Digão, o Fluminense agora mira o setor de ataque para reforçar a equipe, agora dirigida pelo técnico [VIDEO] Marcelo Oliveira, na retomada do Campeonato Brasileiro. Segundo informação publicada pelo portal Globo Esporte, o Tricolor está trabalhando na contratação do atacante Luciano, que teve boa passagem pelo Corinthians e que estava defendendo o Panathinaikos, da Grécia.

Ainda de acordo com a reportagem, o contrato oferecido é por duas temporadas, com opção para ser renovado por mais uma. O jogador havia sido um pedido do novo treinador e caso a negociação seja concretizada, o jogador já estaria à disposição na volta do Brasileirão, já que o período de transferência internacional será aberto alguns dias antes da bola voltar a rolar pela Série A.

A chegada de Luciano e Digão – este que veio por empréstimo do Cruzeiro – ainda não encerra a busca do time das Laranjeiras por reforços. A diretoria ainda busca a contratação de outro atacante e também de um meia para a sequencia da temporada. As negociações ficarão sob responsabilidade de Paulo Angioni, novo diretor executivo do clube.

Apesar de nos últimos tempos os defensores Luan Peres e Nathan Ribeiro terem deixado o clube, [VIDEO] e apenas Digão ter chegado para recompor o setor, o clube por enquanto não irá atrás de um outro atleta para a posição, uma vez que com a chegada de Marcelo Oliveira, o time não mais utilizará o esquema tático com três zagueiros, anteriormente utilizado por Abel Braga. Para a defesa, o treinador conta também com Gum, Renato Chaves, Ibañez e Frazan.

Em má fase no Campeonato Brasileiro, o Fluminense terá no retorno da competição logo de cara o clássico contra o Vasco, marcado para o dia 19 de julho, em São Januário.

Com 14 pontos em 12 jogos, o Tricolor ocupa a 12ª colocação.

Patrocinador atrasa pagamentos

Desde o ano passado o Fluminense vive uma intensa crise financeira, que minaram a contratação de reforços, prejudicando o desempenho da equipe na temporada. Para agravar ainda mais a situação, a Valle Express, que desde janeiro é patrocinadora máster do clube, já totaliza 900 mil reais em parcelas atrasadas do contrato que tem com o clube. O valor refere-se a parcelas dos meses de abril, maio e junho.

Esta não é a primeira vez que a empresa do ramo de cartões de crédito atrasa pagamento. O vencimento referente à parcela do mês de março foi pago com 11 dias de atraso. Apenas as parcelas de janeiro e fevereiro foram quitadas dentro do prazo correto.