Enquanto o elenco descansa após a intensa maratona de jogos que se submeteu no primeiro semestre, a diretoria do Santos trabalha [VIDEO] firme em busca de reforços para a equipe de Jair Ventura, que apesar de estar classificada para as oitavas de final da Copa Libertadores da América e para as quartas de final da Copa do Brasil, não fez um bom primeiro terço de Campeonato Brasileiro, o que acabou tornando o trabalho do treinador questionado.

E o primeiro reforço já está muito perto de ser contratado.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Santos

Com a novela envolvendo a renovação de contrato com Léo Cittadini, [VIDEO] que nas próximas semanas já está livre para assinar um pré-acordo com outro clube, a diretoria corre atrás de outro volante e nos próximos dias pode anunciar a contratação de Carlos Sánchez, de 33 anos, atualmente no Monterrey, do México, e titular da seleção do Uruguai na Copa do Mundo da Rússia.

Entre as equipes já está tudo acertado. O clube paulista pagará um milhão de dólares, cerca de 3,7 milhões de reais. Os dois times, inclusive, farão uma partida amistosa no próximo dia 7, fato que estreitou a relação entre as diretorias.

A pendência agora é com relação aos valores salariais que serão pagos ao volante. O Alvinegro oferece 90 mil dólares por mês – algo em torno de 337 mil reais -, porém essa primeira proposta não foi aceita pelos representantes do jogador, que ficaram de enviar uma contraproposta.

Sánchez é titular da seleção uruguaia e foi dele o passe para o gol de Giménez que garantiu a vitória da Celeste por 1 a 0 diante do Egito, na estreia do mundial, na última sexta-feira (15). Ele também fez parte do elenco do River Plate, que em 2015 conquistou o título da Copa Libertadores da América.

A experiência do jogador foi um dos principais motivos para que o Santos abrisse negociação pelo atleta. Ele é considerado o ideal para reforçar o meio-campo, setor mais carente do elenco santista.

Outro uruguaio na parada

Além de Carlos Sánchez, o Santos está de olho em outro jogador uruguaio. O novo alvo é o atacante Jonathan Álvez, que joga no Junior Barranquilla, da Colômbia. A diretoria alvinegra, inclusive, já abriu negociações para sua contratação e para isso contará com a ajuda de investidores. Álvez tem ainda mais três anos de contrato com o time, porém, tem encontrado dificuldades em receber seus salários. Por conta disso, deseja mudar de equipe.

Caso realmente venha, o jogador não poderá vestir a camisa do Peixe na Copa Libertadores da América, uma vez que já defendeu o time colombiano, eliminado na fase de grupos da competição.