Foi uma atuação pra ninguém botar defeito. Com dois gols de Nenê e um de Everton, o São Paulo bateu o Vitória por 3 a 0 no Morumbi na noite desta terça-feira, dia 12, e chegou à vice-liderança do Campeonato Brasileiro 2018, com 23 pontos, três a menos que o Flamengo, líder da competição. Com o resultado, o time paulista garante ao menos lugar no G-4 durante a pausa para o torneio de seleções.

Com os três pontos garantidos, o Tricolor agora aguarda a conclusão da 12ª rodada do Brasileirão, a última antes da pausa para a Copa do Mundo, e seca o Atlético-MG para garantir a segunda colocação durante a interrupção temporária da competição.

Terceiro colocado, o Galo recebe o Ceará nesta quarta-feira, dia 13, no Estádio Independência, em Belo Horizonte. Primeiro colocado, o Flamengo viaja até São Paulo, onde pega o Palmeiras no Allianz Parque, também na noite desta quarta.

Caso o Atlético-MG não vença a equipe cearense, o São Paulo terá garantido a vice-liderança até o dia 18 de julho, quando o Brasileirão é retomado para a 13ª rodada.

O Flamengo não pode mais ser ultrapassado na liderança da competição até lá.

Derrotado, o Vitória fica na 15ª posição, mas pode acabar a pausa para a Copa na zona de rebaixamento, a depender dos resultados dos jogos de Santos, Atlético-PR, Bahia e Paraná, que também jogam nesta quarta-feira. As equipes aparecem respectivamente em 16º, 17º, 18º e 19º, o Santos com 10 pontos, e as três outras equipes com 9 cada.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Brasileirão São Paulo FC

Nenê dá show e conduz o São Paulo à mais um triunfo no Brasileirão

Depois de quebrar o tabu e vencer o Atlético-PR pela primeira vez na Arena da Baixada pela 11ª rodada, o São Paulo entrou em campo no Morumbi ciente de que precisava da vitória para dar tranquilidade ao seu torcedor e sacramentar sua boa fase, interrompida após derrota para o Palmeiras e empate em casa com o Internacional nas rodadas anteriores.

E o Tricolor não deu sopa pro azar. Com uma atuação firme, o time comandou as ações em seu estádio, e colocou o Vitória na roda. O time baiano até tentou ser agressivo no começo da partida, mas sucumbiu ao talento de Nenê, que abriu o placar aos 21 do primeiro tempo, com um golaço. O meia recebeu de Araruna na entrada da direita, tirou de Lucas Marques e bateu com estilo no ângulo direito do goleiro Elias, abrindo o placar no Morumbi.

Uma pintura!

O gol jogou um balde de água fria nos ânimos do Vitória. Aos 34, Nenê voltou a ser protagonista em lance que deixou o Vitória com um a menos. O jogador do São Paulo foi puxado por Yago na intermediária. Na sequência do lance, o juiz viu um tapa do jogador do time baiano, que acabou expulso aos 34 minutos da primeira etapa.

Com um a mais, o São Paulo manteve a calma até ampliar. E o segundo veio pouco tempo depois, aos 41, novamente com Nenê, o nome do jogo.

O meia rolou para Everton na esquerda, que tentou duas vezes até devolver para a área. Ali, a bola encontrou Nenê de novo, e o craque não titubeou: acertou um chutaço de primeira e marcou o segundo gol da partida.

De volta para o segundo tempo com uma vantagem de dois gols no placar e um jogador a mais, o jogo parecia que seria uma tranquilidade para o São Paulo. E foi. Empolgado pela torcida, o time aplicou jogadas agudas e buscou ampliar o placar sobre o Vitória.

A recompensa veio logo aos oito minutos da segunda etapa, quando Lucas Fernandes cruzou, a bola desviou na defesa da equipe baiana e sobrou para Everton, que acertou um lindo chute de primeira e garantiu o 3 a 0 no placar.

O jogo ainda teve tempo para mais emoções, como a expulsão de Lucas Fernandes, do São Paulo, que deu uma solada em Neílton. Aos 39, o São Paulo quase ampliou com Liziero, que completou jogada trabalhada para o gol, mas o árbitro já havia marcado impedimento.

Próximos compromissos pós-Copa

Com o triunfo sobre o Vitória, o Tricolor chega à sua sexta vitória na competição. Depois da pausa para a Copa, o time do técnico Diego Aguirre enfrenta o Flamengo, no Maracanã, no dia 18 de julho, em duelo que pode colocar frente a frente o primeiro contra o segundo colocado da competição, a depender do resultado do jogo do Atlético-MG nesta quarta.

Já o Vitória do técnico Vagner Mancini tenta usar o tempo de interrupção do campeonato para se recuperar até o duelo contra o Paraná, também no dia 18 de julho, no Barradão, em Salvador.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo