Se o empate na estreia contra a Suíça não foi dos mais empolgantes, a Seleção Brasileira [VIDEO] finalmente ganhou um incentivo digno de sua história para superar as adversidades e conquistar sua primeira vitória na Copa do Mundo 2018 na partida desta sexta-feira, dia 22, contra a Costa Rica. Isso porque, ao chegar ao Hotel Corinthia, em São Petersburgo, onde ficará concentrada para a disputa, a equipe foi surpreendida por uma memorável festa organizada por cerca de 400 torcedores brasileiros, que vibraram e cantaram gritos de apoio ao escrete canarinho.

Visivelmente encantados, diversos jogadores filmaram as cenas com seus celulares, e alguns precisaram ser contidos pelos seguranças para não se jogarem nos braços da torcida.

As informações foram veiculadas pelo portal UOL, que relatou a chegada da equipe brasileira à São Petersburgo, na noite de quarta-feira, dia 20. O Brasil faz sua segunda partida pelo Grupo E da Copa 2018 no Estádio Krestovsky a partir das 15h locais, 9h no horário de Brasília.

Principal canto entoado pelos torcedores, uma música criada pelos brasileiros faz referência aos cinco títulos da Copa conquistados pelo Brasil em sua história e aos principais protagonistas de cada conquista, como Pelé, Garrincha, o esquadrão de 1970, Romário e Ronaldo Fenômeno. A música caiu nas graças dos jogadores e da comissão técnica, que se emocionaram com a recepção calorosa em São Petersburgo. Meia da Seleção, Renato Augusto postou um vídeo da torcida em sua conta oficial no Instagram. “Chegada no hotel arrepiou!!!!!”, escreveu o atleta na legenda da filmagem

Além dos atletas, integrantes da comissão técnica também demonstraram empolgação com o gesto de apoio da torcida.

Depois de vídeos com o novo grito viralizarem nas redes sociais, os organizadores das demonstrações de apoio à Seleção na Rússia prometem novas manifestações abertas a favor da equipe, além de uma grande festa nas partidas contra a Costa Rica e Sérvia, fechando os compromissos do Brasil na primeira fase da Copa 2018.

Tite confirma mesmo time da estreia e tranquiliza brasileiros sobre Neymar

Após receber tamanha manifestação de carinho da torcida, o Brasil agora se prepara para o jogo contra a Costa Rica, que pode colocar a Seleção em uma posição favorável para a classificação até as oitavas de final da Copa. Em entrevista coletiva, o técnico Tite confirmou que manterá o mesmo time que estreou no torneio contra a Suíça. Desta forma, o Brasil entrará em campo em São Petersburgo com: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro; Willian, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.

Falando sobre a opção por manter a mesma equipe, Tite destacou as diferenças entre fazer alterações em torneios longos, como as eliminatórias, e curtos, como a Copa.

“Tudo na seleção tem pressa maior na execução”, disse o treiandor brasileiro. “Porém, antes da pressa tem coerência, discernimento, confiança, análise”, completou Tite.

Na mesma entrevista, o técnico falou sobre as condições do atacante Neymar, que assustou a torcida brasileira ao sentir dores e deixar o treino da última terça-feira, dia 19, mais cedo e mancando. Tite afirmou que Neymar não está se sacrificando para jogar a Copa, destacando que é natural que um atleta que passou por uma cirurgia e recuperação ainda esteja recuperando suas plenas condições físicas. “Cinco jogos é o mínimo humano para alcançar a plenitude”, disse Tite. “Ele já acelerou esse processo".

O treinador brasileiro também defendeu o estilo de jogo de Neymar, por vezes criticado por optar por jogadas individuais. Tite destacou que as tentativas fazem parte da história do futebol brasileiro, e que atletas como Neymar, Coutinho, William e Firmino podem tentar usar essas habilidades para ajudar o coletivo da Seleção. “Todos temos que potencializar a equipe, mas respeitar a equipe”, disse o técnico. “Último terço, vai dentro. Finta, característica do futebol brasileiro".

Depois de encarar a equipe centro-americana, o Brasil enfrenta os sérvios no Estádio Spartak, em Moscou, na próxima quarta-feira, dia 27.