A seleção uruguaia bateu a Arábia Saudita [VIDEO], por 1 a 0, pela segunda rodada do grupo A, nesta quarta-feira (20), na Arena Rostov, e se classificou para a próxima fase da Copa do Mundo [VIDEO]. 42.678 pessoas estiveram no estádio e presenciaram o centésimo jogo de Luis Suárez com a camisa da Celeste Olímpica. O craque do Barcelona marcou o gol do jogo, o de número 52 representando sua pátria.

Outro ponto importante a ser ressaltado é mais um recorde realizado por Suárez: ele é o único jogador do seu país a fazer gol em três edições diferentes do torneio mundial; três na África, em 2010, dois no Brasil, em 2014, e um nessa edição atual.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Precisando obter mais um resultado positivo para avançar às oitavas, a formação da Celeste foi composta no esquema 4-4-2, com Muslera, Varela, Godín, Giménez, Cáceres, Bentancur, Vecino, Carlos Sánchez, Cristian Rodríguez, Cavani e Suárez.

A Arábia, tentando se recuperar da goleada de 5 a 0 sofrida contra os russos na estreia, no dia, (14), adotou um esquema com maior proteção no meio de campo, atuando no 4-5-1. O técnico Juan Antonio Pizzi, escalou: Al-Owais, Al-Alburayk, Osama Hawsawi, Al-Boleahi, Al-Shahrani, Ateef, Al-Jassim, Al-Faraj, Hattan Bahbir, Al-Dawsari e Al-Muwallad.

Assim como na primeira partida, a bola parada foi novamente um trunfo para o Uruguai [VIDEO] sair com o objetivo cumprido. Aos 22 minutos da etapa inicial, Sánchez bateu um escanteio do lado esquerdo para dentro da área, o goleiro Alowais saiu mal de sua meta e Luis Suárez aproveitou para finalizar para o fundo das redes, 1 a 0.

No segundo tempo, o atacante do Paris Saint-Germain, Cavani, teve uma grande oportunidade para ampliar a diferença no placar.

O centroavante protagonizou um bom lance no meio-campo, depois colocou a bola para correr, partindo para cima do zagueiro. Durante a disputa, o saudita se atrapalhou e a chance cara a cara com o arqueiro árabe surgiu aos 40’.

Na conclusão, o pé esquerdo do goleiro Al-Owais salvou seu time de levar mais um gol, atenuando um pouco a falha cometida pelo defensor no único tento do duelo. Mesmo sendo um encontro com muita entrega física das duas equipes, o confronto acabou sem cartões; o árbitro francês, Clemente Turpin, apitou o final, aos 49’.

Tanto Egito quanto Arábia Saudita estão eliminados da sequência do campeonato e farão a despedida em um confronto em Volgogrado, na segunda-feira (25), às 11h (horário de Brasília). A partida ocorrerá ao mesmo tempo que Uruguai e Rússia, em Samara, valendo a liderança do grupo A.

O Uruguai tem seis pontos e ocupa a segunda colocação, abaixo da Rússia, que também tem dois triunfos até aqui, porém, com um saldo de gols melhor, sete no total, contra dois do time treinado por Óscar Tabárez.

A seleção da casa, dirigida por Stanislav Cherchesov, pode empatar que garantirá a primeira colocada.

Substituições

  • Arábia- Al-Jassim por Al-Moghawi, Hattan Bahbir por Kanno e Al-Muwallad por Al-Sahlawi.
  • Uruguai- Cristian Rodríguez por Laxalt, Vecino por Torreira e Carlos Sánchez por Nández.