Na tarde do dia 30/06/2018, às 15 horas, o mundo pôde contemplar a partida enérgica entre Uruguai e Portugal. Ambos os times demonstraram empolgação, sendo que os uruguaios iniciaram o jogo invictos, sendo o único time que ainda não havia sofrido gols por parte dos adversários durante a Copa do Mundo de 2018. Mas no decorrer dessa partida, a ficha foi maculada por um ponto português, o que não os impediu de progredirem para a vitória, a qual foi conquistada com dois golaços do jogador Edinson Cavani, atacante do time.

Cristiano Ronaldo perde seu brilho e Cavani se destaca

O primeiro tempo iniciou com atitude por ambas as equipes.

Portugal ameaçou abrir a partida [VIDEO], mas logo se percebeu uma mudança de comportamento durante esse início de jogo e Cavani, aos seis minutos, recebeu uma bola a cinquenta e dois metros de distância, e fez um gol de cabeça espetacular, na pequena área, com movimento milimétrico perfeito no ângulo superior direito. Portugal perdeu a reação, não conseguiu inverter essa situação e o primeiro tempo foi terminado com o time uruguaio na liderança.

No segundo tempo, o time português [VIDEO] começou a mostrar maior mobilidade e iniciativa, e conseguiu efetuar um gol aos nove minutos, também de cabeça, após cobrança de escanteio. Quem realizou essa excelente jogada foi o zagueiro Pepe, no coração da área, junto à base do poste esquerdo. Bonito gol que levou animação para Portugal, para que conseguisse voltar bem para a partida e entrar no jogo novamente, nesse segundo tempo.

Mas o time do Uruguai reagiu, tomando novamente as rédeas e Cavani, aos dezesseis minutos, fez um gol no canto direito da rede. Lindo lance, feito de primeira e sem dominar a bola.

Aos vinte e seis minutos, o atacante uruguaio, que estava brilhando em campo, precisou sair e fez isso mancando, dizendo ter sentido uma fisgada na panturrilha. O jogador Cristiano Ronaldo o ajudou nesse momento.

Aos quarenta e sete minutos, Cristiano Ronaldo levou um cartão amarelo, e caso o time português tivesse ganhado esse jogo, ele estaria impossibilitado de jogar no próximo, contra a França.

Perto da partida finalizar, durante a cobrança de escanteio por Portugal, o goleiro do Uruguai se juntou aos jogadores para a cobrança, deixando seu posto vazio. Mas os jogadores portugueses não conseguiram se aproveitar dessa situação e a partida terminou com a suada vitória do Uruguai, que conseguiu avançar para as quartas de final, nàs quais enfrentará a França.