Mais uma grande promessa do nosso futebol irá deixar o Brasil de forma precoce em troca de uma astronômica cifra. Menos de um ano após se profissionalizar no time do Santos, o atacante Rodrygo foi negociado com o Real Madrid [VIDEO]por 45 milhões de euros – cerca de 193 milhões de reais. Desse montante, 174 milhões de reais irão diretamente para os cofres do clube alvinegro, que é o valor equivalente a 80% do da multa rescisória original, avaliada em 50 milhões de euros (215 milhões de reais). O clube espanhol ainda arcará com outros 4 milhões de euros. No negócio, diferente do que foi feito quando Neymar se transferiu para o Barcelona, não estão existem cláusulas de bonificações futuras ou amistosos marcados no negócio.

Uma coletiva de imprensa que falará sobre detalhes da negociação será na tarde desta sexta, no Business Center, em São Paulo, no entanto os dois times já emitiram notas confirmando o fechamento do negócio. “Trata-se da negociação de um atleta com maior receita para um clube, em toda a história do futebol na América Latina”, destacou o comunicado santista.

Pelo que foi acordado entre as equipes [VIDEO], Rodrygo – que completará 18 anos em dezembro próximo – ficará no Peixe até junho do ano que vem e só então irá para Madrid. O contrato com o gigante espanhol será válido até 2025. A equipe europeia pagará 20 milhões de euros (86 milhões de reais) à vista ao Peixe e o restante será depositado de forma parcelada. Para ficar com a promessa santista, o Real superou a concorrência de rivais de peso, como o Barcelona, Bayern de Munique e Paris Saint-Germain.

Para que o negócio fosse acertado, Rodrygo e seus agentes abriram mão de metade dos 20% ao qual teriam direito sobre os 50 milhões de reais, ficando com 5 milhões de euros (algo em torno de 21 milhões de reais).

O Menino da Vila foi alçado ao time profissional do Santos no final da temporada passada e ganhou a titularidade neste ano sob o comando de Jair Ventura. De janeiro para cá, ele disputou 29 jogos e marcou oito gols, o que lhe dá o status de vice-artilheiro do time no ano.

Durante a semana, o atleta se envolveu em uma grande polêmica, uma vez que, conforme foi noticiado, ele havia abandonado a concentração do clube após o Real não ter aceito uma contraproposta feita pelo Santos. Apesar do fato ter sido desmentido pelo estafe do atleta, ele não esteve em campo no jogo contra o Fluminense, quarta-feira passada, no Maracanã. Em seu lugar entrou Bruno Henrique, que acabou marcando o gol da vitória por 1 a 0.