A derrota do Brasil para a Bélgica ocorreu na tarde da última sexta-feira (6), mas neste final de semana continuou sendo o assunto mais comentado nos programas esportivos, tanti da TV aberta, quanto da fechada. E o nome mais falado nas mesas redondas é o do jogador Neymar. Principal estrela do selecionado do técnico Tite, o jogador vem tendo sua atuação em campo, e atitudes fora dele, na Copa do Mundo da Rússia, bastante questionadas pelos analistas esportivos.

Um dos que engrossaram as fileiras de críticas ao jogador do Paris Saint-Germain, foi o apresentador do SporTV, André Rizek, que cravou que o brasileiro deixa a Copa como piada mundial. O brasileiro foi alvo de críticas de adversários, ex-jogadores e de boa parte da imprensa internacional. “Jogadores como Cruyff, Puskás e Sócrates perderam Copas, normal na vida de qualquer craque, mas saíram delas venerados pelo mundo”, iniciou o comentarista.

Neymar, é triste dizer isto, como brasileiro, deixa a Rússia como piada Mundial”, escreveu o jornalista em um texto lido durante o programa Seleção SporTV na Copa.

O texto seguiu com Rizek dizendo que Neymar fechou na Rússia com o objetivo de se igualar a Cristiano Ronaldo e Messi como o melhor jogador do mundo. O brasileiro até fez melhor Copa, mas sai da Rússia menor que o português e o argentino.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol

“Menor até do que quando aqui desembarcou”, disse. Para ele, o torcedor não pôde ver a grandeza do camisa 10 brasileiro em solo russo porque não tinha ou porque não quis mostrar.

Por outro lado, Rizek defendeu o jogador das críticas que sofreu por não querer se manifestar após a eliminação do time brasileiro. Para ele, Neymar não tem a obrigação de se pronunciar, uma vez que não é chefe de estado, como também o brasileiro não tem a obrigação de acreditar no que ele escreve, ou escrevem por ele, nas redes sociais.

Por fim, ele ainda citou uma fala de Edu Gaspar, que havia afirmado que “não é fácil ser Neymar”. Rizek acredita que se está difícil “ser Neymar”, que ele deixe então a torcida lhe ajudar. “Sair do mundo virtual e olhar mais para o calor humano que torcedores sempre demonstraram”, e que o jogador faça algo mais do que um simples texto na rede social.

Desembarcou e sumiu

Neymar voltou para o Brasil com parte dos jogadores da Seleção Brasileira, que desembarcaram no Rio de Janeiro no início da manhã deste domingo (8).

No entanto, o jogador não foi visto nas áreas abertas ao público do Aeroporto do Galeão. Neymar vem evitando falar com jornalistas desde o final do jogo contra a Bélgica, na última sexta-feira.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo