Para quem acompanhou a Copa do Mundo 2018, o nome de Antoine Griezmann foi um dos mais importantes. E não poderia ser diferente. Mesmo sem o prêmio da Bola de Ouro da competição, o camisa 7 da França foi um dos principais nomes de sua seleção, e responsável pela eficiência do ataque ao lado do talentoso jovem Kylian Mbappé. Foi eleito, inclusive, o melhor jogador da final. Também ficou com a Bola de Prata (segundo melhor jogador do mundial) e a chuteira de bronze (terceiro colocado na artilharia).

Publicidade
Publicidade

Porém, o nome de Griezmann já é bem conhecido para os fãs do clube espanhol Atlético de Madrid. Por lá o atacante é um dos principais nomes do ataque. Com uma perna esquerda precisa e chutes matadores, o francês também se destaca na cobrança de faltas e pênaltis. Talento que já lhe rende um valor de mercado de 120 milhões de euros. O que tende a aumentar depois de seu bom desempenho na Copa e seu título com a França.

Inclusive, em entrevista, o presidente do Atlético de Madrid, Enrique Cerezo, brincou ao falar que, caso a bola de ouro de melhor jogador do mundo não seja dada a Griezmann, será necessário chamar o VAR para investigar.

Griezmann, o craque francês que conquistou a empatia com a bola no pé e o sorriso no rosto.
Griezmann, o craque francês que conquistou a empatia com a bola no pé e o sorriso no rosto.

A brincadeira, claro, foi em alusão ao recurso tecnológico implementado durante o mundial na Rússia.

E o camisa 7 é destaque desde muito jovem. Com apenas 13 anos saiu da França com a família para jogar no Real Sociedad. E a mudança provou ser muito positiva. Assim como muitos garotos, Griezmann saiu de sua terra natal para brilhar no exterior. Com boas partidas o jogador foi comprado em 2014, com 23 anos, por 30 milhões de euros pelo Atlético de Madrid.

Publicidade

E, de lá para cá, virou a estrela do time.

Atualmente, valendo bem mais no mercado da bola, Griezmann é objeto de desejo de grandes clubes europeus como Barcelona e Real Madrid e fica a dúvida se irá continuar ou não seu contrato com o Atlético, que vale até 2023. Apesar da renovação recente com os Colchoneros, as cifras dos poderosos clubes bilionários podem encantar tanto o francês como seduzir o Atlético a vendê-lo. Pela seleção francesa, Antoine Griezmann é convocado desde a equipe sub-19 e se tornou titular absoluto do ataque francês.

Números:

Gols: 164 no total, sendo 52 em 201 partidas pelo Real Sociedad, 112 em 214 partidas pelo Atlético de Madrid

Cartões: em todos os anos de campeonato espanhol Griezmann tem apenas 1 cartão vermelho. Amarelos são 58.

Seleção: antes da Copa o atacante tinha 24 gols em 61 jogos pela seleção principal. Na Rússia, o camisa 7 marcou 4 vezes.

Artilharia: Eurocopa 2016 (6 gols)

Títulos

Clubes: pelo Real Sociedad a Liga Adelante: 2009–10, pelo Atlético de Madrid foram: Liga Europa da UEFA: 2017–18, Supercopa de Espanha: 2014, Troféu Ramón de Carranza: 2014, 2015 e Copa Audi: 2017.

Publicidade

Seleção Francesa: Copa do Mundo FIFA: 2018, Campeonato Europeu Sub-19: 2010

Curiosidades:

Nascimento: 21 de março de 1991, Mâcon, França

Esposa: Erika Choperena

Filha: Mia Griezmann

Irmãos: Maude e Théo Griezmann

Redes sociais: Instagram e Twitter 'antogriezmann'

Leia tudo e assista ao vídeo