Henan não virá mais para o Fluminense [VIDEO]. O Tricolor tinha a intenção de assinar com atacante por 18 meses, mas uma demora na resposta do Figueirense, clube detentor dos direitos federativos do centroavante de 31 anos até o próximo mês de novembro, levou a equipe das Laranjeiras a desistir da negociação e buscar uma outra alternativa para reforçar o seu setor ofensivo, visando o restante da temporada.

Ao ser apresentado, o técnico Marcelo Oliveira disse que esperava três reforços: um atacante de velocidade, um típico homem de área para ser, a princípio, reserva de Pedro e um meia. Para a primeira função, chegou Luciano, ex-Corinthians e, ultimamente, atuava no futebol da Grécia.

Na segunda função, os nomes a serem tentados permanecem mantidos em sigilo. Como Nathan Ribeiro e Luan Peres foram negociados de surpresa, o clube acabou sendo obrigado a buscar um zagueiro e trouxe Digão, atleta revelado nas categorias de base do próprio Fluminense e que estava no Cruzeiro.

A intenção da diretoria verde, branco e grená é de sacramentar a vinda de um novo centroavante ainda nessa semana, a última da paralisação do Campeonato Brasileiro por conta da disputa da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Há alguns dias, Julian Benitez, artilheiro do Olimpia, do Paraguai, foi especulado na mídia daquele país como um provável reforço tricolor.

Após curtir do domingo de folga, o Fluminense [VIDEO] se reapresenta na manhã de segunda no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca e entra na reta final de preparação para a volta do Brasileirão.

A expectativa fica por conta da definição dos novos titulares. Como Marcelo Oliveira já definiu que irá abandonar o sistema com três zagueiros, a tendência é de Júllio César continuar sendo o goleiro principal, a dupa de zaga seja formada por Gum e Digão, Gilberto na lateral-direita e Ayrton Lucas na ala esquerda, Aírton, que não venha tendo muitas oportunidades, ganhe a disputa com Richard para ser o primeiro volante, Jádson continue como segundo volante e Douglas seja adiantado para dividir a responsabilidade de armar as jogadas com o equatoriano Junior Sornoza. No ataque, enquanto Luciano busca aprimorar a parte física, Marcos Júnior continua ao lado de Pedro.

O Flu teve um bom começo no Brasileiro, ocupando, inclusive, a vice-liderança, mas, nos últimos cinco jogos, obteve apenas ume empate e sofreu quatro derrotas seguidas, despencando para o 12º lugar com 14 pontos. Para retomar a boa fase, necessitará vencer o clássico do dia 19 de julho, às 20h (de Brasília), em São Januário, diante do Vasco.