Na partida que marcou a estreia oficial do seu novo técnico Marcelo Oliveira, o Fluminense interrompeu a série de derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, mas permanece sem vencer na temporada. Jogando no estádio de São Januário pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira depois da disputa da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o Tricolor das Laranjeiras arrancou um empate de 1 a 1 com o Vasco.

Publicidade
Publicidade

Com esse resultado, o Flu chegou aos 15 pontos e manteve-se no 12º lugar no Brasileirão por onde volta a atuar no próximo domingo, às 16h (de Brasília), novamente fora de casa. Na Ilha do Retiro, em Recife, encara o Sport.

Apostando no contra-ataque e um meio-de-campo formado por três volantes (Richard, Jádson e Dodi), o Fluminense teve duas grandes oportunidades para abrir o placar na etapa inicial com Pedro e Sornoza.

Publicidade

Em ambas, a zaga do Vasco bloqueou as finalizações tricolores.

No segundo tempo, a equipe das Laranjeiras voltou mais dispersa e acabou levando o gol aos 15 minutos. Depois de cruzamento do lateral-esquerdo Henrique, Júlio César espalmou fraco e para dentro da área. Sem marcação, Andrés Rios apenas escorou, mandando para o fundo das redes.

Em desvantagem, o técnico Marcelo Oliveira arriscou e sacou o equatoriano Sornoza e Dodi para as respectivas entradas de Pablo Dyego e Matheus Alessandro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Mesmo sem organização tática, o Fluminense partiu para cima e, aos 43 minutos, só não empatou por que Martin Silva, após cabeçada firme de Pedro, fez uma defesa milagrosa. No rebote, Pablo Dyego carimbou a trave esquerda.

Quando parecia que mais uma derrota viria, aos 45 minutos, Marcos Júnior tocou para Pedro. Com um leve toque, o camisa 9 driblou toda a zaga do Vasco e, comprovando o seu dom de artilheiro, esperou a saída de Martin Silva para igualar o clássico.

Na saída do gramado, o zagueiro Digão, que fazia a sua resstreia pelo Fluminense, disse que o time merecia a vitória.

"A gente sabe que jogar contra o Vasco aqui é muito difícil, eles vieram empolgados, mas a equipe jogou bem, aliás, jogamos melhor, merecíamos a vitória, mas um empate também foi bom porque trata-se de um clássico", resumiu o defensor.

Se, nos profissionais,a vitória ficou por um triz, ela apareceu na base.

Publicidade

Pela segunda rodada do Grupo C da Taça BH Sub-17, o Fluminense assegurou a liderança ao derrotar, no estádio Capelão, em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, a Ponte Preta por 1 a 0.

O gol do triunfo da equipe verde, branco e grená foi marcado logo aos sete minutos do primeiro tempo. Após rebote da zaga, João Pedro deu um belo chute de longe e estufou as redes.

No próximo sábado, o Fluminense, às 13 horas (de Brasília), volta ao Capelão e, com um simples empate diante do Figueirense, avança para a segunda fase da Taça BH Sub-17.

Publicidade

O Tricolor busca o título inédito do torneio.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo