Na partida que marcou a estreia oficial do seu novo técnico Marcelo Oliveira, o Fluminense interrompeu a série de derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, mas permanece sem vencer na temporada. Jogando no estádio de São Januário pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira depois da disputa da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, o Tricolor das Laranjeiras arrancou um empate de 1 a 1 com o Vasco.

Com esse resultado, o Flu chegou aos 15 pontos e manteve-se no 12º lugar no Brasileirão por onde volta a atuar no próximo domingo, às 16h (de Brasília), novamente fora de casa.

Publicidade
Publicidade

Na Ilha do Retiro, em Recife, encara o Sport.

Apostando no contra-ataque e um meio-de-campo formado por três volantes (Richard, Jádson e Dodi), o Fluminense teve duas grandes oportunidades para abrir o placar na etapa inicial com Pedro e Sornoza. Em ambas, a zaga do Vasco bloqueou as finalizações tricolores.

No segundo tempo, a equipe das Laranjeiras voltou mais dispersa e acabou levando o gol aos 15 minutos. Depois de cruzamento do lateral-esquerdo Henrique, Júlio César espalmou fraco e para dentro da área.

Pedro salva o Flu de derrota em clássico contra o Vasco (Foto: André Durão)
Pedro salva o Flu de derrota em clássico contra o Vasco (Foto: André Durão)

Sem marcação, Andrés Rios apenas escorou, mandando para o fundo das redes.

Em desvantagem, o técnico Marcelo Oliveira arriscou e sacou o equatoriano Sornoza e Dodi para as respectivas entradas de Pablo Dyego e Matheus Alessandro.

Mesmo sem organização tática, o Fluminense partiu para cima e, aos 43 minutos, só não empatou por que Martin Silva, após cabeçada firme de Pedro, fez uma defesa milagrosa. No rebote, Pablo Dyego carimbou a trave esquerda.

Publicidade

Quando parecia que mais uma derrota viria, aos 45 minutos, Marcos Júnior tocou para Pedro. Com um leve toque, o camisa 9 driblou toda a zaga do Vasco e, comprovando o seu dom de artilheiro, esperou a saída de Martin Silva para igualar o clássico.

Na saída do gramado, o zagueiro Digão, que fazia a sua resstreia pelo Fluminense, disse que o time merecia a vitória.

"A gente sabe que jogar contra o Vasco aqui é muito difícil, eles vieram empolgados, mas a equipe jogou bem, aliás, jogamos melhor, merecíamos a vitória, mas um empate também foi bom porque trata-se de um clássico", resumiu o defensor.

Se, nos profissionais,a vitória ficou por um triz, ela apareceu na base. Pela segunda rodada do Grupo C da Taça BH Sub-17, o Fluminense assegurou a liderança ao derrotar, no estádio Capelão, em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, a Ponte Preta por 1 a 0.

O gol do triunfo da equipe verde, branco e grená foi marcado logo aos sete minutos do primeiro tempo. Após rebote da zaga, João Pedro deu um belo chute de longe e estufou as redes.

No próximo sábado, o Fluminense, às 13 horas (de Brasília), volta ao Capelão e, com um simples empate diante do Figueirense, avança para a segunda fase da Taça BH Sub-17.

Publicidade

O Tricolor busca o título inédito do torneio.

Leia tudo e assista ao vídeo