Não é de hoje que o atacante da seleção brasileira e do PSG vem chamando atenção nas quedas e encenações exageradas após receber uma falta. O assunto volta e meia repercute com força e, dessa vez, veio com tudo. Neymar virou alvo predileto dos defensores adversários que gostam também de provocá-lo. O mundo Futebolístico se divide sobre o assunto.

Até o atual treinador da seleção brasileira, em 2012, condenou a situação e chamou de "mau exemplo".

No entanto, uma contagem feita pelo diário RTS Sport, da França, apontou que o jeito teatral de Neymar após as faltas reduziram em 14 minutos o tempo de jogo do Brasil nas quatro partidas na Copa, chamando mais atenção do que os seus dois gols.

Neymar sofreu 23 faltas nas quatro partidas da Copa, de acordo com a publicação. O atacante brasileiro ficou mais tempo no chão na segunda-feira contra o México.

Foram cinco minutos e 30, numa partida em que o Brasil venceu por 2 x 0. A interrupção foi mais longa quando o ex-santista sofreu um pisão no tornozelo direito de Layun, aos 71 minutos, quando foram registrados quase dois minutos parados.

Por quanto tempo Neymar ficou parado na fase de grupos? Segundo o jornal, contra a Sérvia foi um minuto e 56 segundos; contra a Suíça foram três minutos e 40 segundos; e, contra a Costa Rica foram dois minutos e 44 segundos de paralisações em cima do camisa 10.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol

Tite já falou sobre o cai-cai de Neymar

Técnico da seleção e ex-treinador do Corinthians, Tite já vivenciou situação semelhante em 2012, quando o craque ainda despontava para o cenário da bola. No clássico entre Corinthians e Santos pelo Campeonato Brasileiro, Neymar sofreu falta e no lance o juiz expulsou o jogador Emerson. Defensor de Neymar hoje, naquela época, o treinador não poupou criticas ao atacante e ficou bastante irritado.

"Ele (Emerson) deu um carrinho imprudente. Aí o Neymar caiu e rolou. Quando o Emerson foi expulso, ele levantou e estava bom", frisou à época.

Chateado após a derrota para Santos por 3 x 2, na Vila Belmiro, o treinador ainda enfatizou: "Perder ou ganhar faz parte do jogo. Simular situação, levar vantagem, isso não é do jogo. Isso é mau exemplo pro garoto, pra quem tá crescendo, para meu filho", disse.

Confira o vídeo abaixo:

Próximo jogo

O Brasil entra em campo pelas quartas contra a Bélgica, nesta sexta-feira, 6, às 15 horas, na Arena Kazan. Mais cedo, abrindo a rodada, Uruguai e França jogam em, Nizhny Novgorod, às 11 horas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo