Desde o início da Copa do Mundo, Neymar tem sido um dos centros das atenções. Não apenas pelos gols e pelas habituais jogadas de craque, mas também pela conduta em campo. Jogadores, treinadores e imprensa de outros países começam a questionar algumas jogadas em que ele supostamente simula faltas ou lesões.

Mas quem está na defesa do atacante brasileiro, por exemplo, é o ex-goleiro Júlio César. Atualmente, ele comenta a Copa do Mundo no programa Central da Copa, na Rede Globo, e pediu apoio ao camisa 10 na sequência do Mundial.

"Eu sou ex-jogador e conheço o Neymar [VIDEO], que é uma pessoa simples, linda, e que de fato incomoda muita gente.

Ele é referência, ídolo. Irrita ver a nossa própria imprensa detonar ele. O sucesso parece que incomoda. Deixa o cara em paz. Deixa ele ser feliz jogando. Temos que botar para cima", resumiu Júlio.

Os dois foram companheiros de seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil, que terminou com o título da Alemanha sobre a Argentina.

Com Neymar no ataque, o Brasil tenta dar continuidade ao sonho do hexacampeonato [VIDEO] na próxima sexta-feira, a partir das 15 horas, em Kazan. Pela fase de quartas de final, a adversária será a sempre elogiada seleção da Bélgica.