Ao mesmo tempo em que se prepara para a 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense segue agitando o mercado de transferências do futebol brasileiro.

Na manhã desta sexta-feira, 27, acompanhado do gerente-executivo Paulo Angioni e do sócio-torcedor Arthur Santos, o atacante Bryan Cabezas [VIDEO] foi oficialmente apresentado no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca. Último reforço contratado, o equatoriano de 21 anos, que também pode ser escalado como meia, não escondia a satisfação pela oportunidade na carreira e revela que conversou com o compatriota Junior Sornoza (ambos atuaram juntos na campanha do vice da Libertadores de 2016 do Independente Del Valle) e o atacante Luciano, seu ex-companheiro de Panathinaikos, da Grécia, antes de vir para o Tricolor.

Segundo ele, as conversas com o Sornoza e o Luciano foram fundamentais para ele escolher o Fluminense [VIDEO]. Eles o incentivaram e disseram que o clube o queria, falaram muito bem do grupo.

Cabezas está no Rio desde o último domingo. Na quarta-feira, foi ao Maracanã e assistiu à vitória de 1 a 0 sobre o Palmeiras, momento que não sai da cabeça do equatoriano, principalmente a festa da torcida nas arquibancadas.

O jogador assistiu à partida contra o Palmeiras e ficou encantado com a torcida. Ele disse que ficou muito feliz com o funcionamento do time também.

Bryan Cabezas chega por empréstimo

Após uma passagem apagada pela Atalanta, da Itália, Bryan Cabezas vem por empréstimo, a princípio, até o final do Campeonato Carioca de 2019. O Fluminense tem prioridade de compra em definitivo após esse período.

Ele deve ter condições de jogo daqui a duas semanas.

Enquanto uns chegam, outros podem estar de saída. O zagueiro Renato Chaves, titular absoluto com o antigo técnico Abel Braga, mas sem muitas oportunidades com o novo comandante Marcelo Oliveira, foi indicado por Fábio Carille, ex-treinador do Corinthians, para reforçar o Al-Wehda, da Arábia Saudita.

Segundo informações do portal Uol Esporte, tanto os empresários do defensor - que está no Fluminense [VIDEO] desde 2017 e, apesar de ter marcado alguns gols, jamais foi unanimidade por parte dos torcedores - quanto a diretoria do clube carioca veem o negócio como uma boa oportunidade e a tendência é pela saída do atleta.

Recentemente, os também zagueiros Nathan Ribeiro e Luan Peres também saíram das Laranjeiras. Digão, ex-Cruzeiro, foi contratado para reforçar o setor. Criado na base do próprio Fluminense, o jogador tem formado a zaga ao lado de Gum e, até o momento, vem agradando. Caso Renato Chaves seja negociado, o Tricolor deve buscar mais um zagueiro, além de continuar procurando um meia.

Invicto desde a volta do Brasileirão, o Fluminense ocupa o nono lugar no certame com 21 pontos e pode ficar ainda mais perto do grupo dos que estariam na próxima Taça Libertadores da América. Para isso, necessitará derrotar o Ceará no confronto de sábado às 16 horas (horário de Brasília) no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.