Na primeira semana pós Copa do Mundo, o Santos esperava atravessar dias decisivos quanto à contratação de reforços e também acertar pendências em seu elenco. Nesta terça-feira (17), a diretoria deu um importante passo nessas decisões ao sacramentar a contratação do volante Carlos Sánchez, que jogou o mundial da Rússia pela seleção do Uruguai e também fez nova proposta de renovação para Léo Cittadini.

De acordo com informação publicada pelo portal UOL Esporte, depois de mais de um mês de conversas, as partes finalmente chegaram a um acordo quanto aos valores salariais e agora o jogador precisa apenas ser aprovado nos exames médicos, que serão feitos nos próximos dias, para fechar contrato com validade até o final de 2020.

Publicidade
Publicidade

Para ficar com o jogador ainda este ano, o clube paulista teve que desembolsar um milhão de dólares, cerca de 3,8 milhões de reais, para tirá-lo do Monterrey. Seu contrato com o time mexicano iria até o final do ano e não seria renovado, mesmo assim, os santistas preferiam pagar esta quantia para tê-lo o quanto antes. O jogador receberá 100 mil dólares mensais de salário (cerca de 400 mil reais), valor abaixo dos 133 mil que pedia para fechar contrato.

Publicidade

O impasse foi resolvido com o pagamento de luvas.

A intenção da diretoria do Santos é fechar ainda a contratação de mais dois atletas sul-americanos. O uruguaio Joaquin Ardaíz e o paraguaio Derlis González estão no radar dos dirigentes alvinegros. Ainda durante a Copa, o clube já havia contratado o costa-riquenho Bryan Ruiz.

Léo Cittadini

Um impasse que se arrasta há meses pode estar perto de um desfecho. Nesta semana, até de forma surpreendente a diretoria do Santos voltou a procurar o volante Léo Cittadini para fazer uma nova proposta de renovação de contrato.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Santos PaixãoPorFutebol

O jogador, que estava prestes a ser rebaixado para o time B do Peixe, conversou com o diretor executivo Ricardo Gomes, gostou da proposta que lhe foi colocada na mesa e deve estar à disposição do técnico Jair Ventura para o clássico desta quinta-feira (19), contra o Palmeiras, no estádio do Pacaembu.

O atual contrato de Cittadini vai até dezembro e ele já está livre para acertar um pré-acordo com outro clube. De acordo com o portal UOL, o Santos aumentou o valor das luvas para a renovação, o que agradou o volante.

Além disso, foi proposto um salário de 150 mil reais, mais uma cláusula de produtividade por um acordo de três anos. O jogador ficou de dar uma resposta ao clube até o final desta semana.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo