Enquanto quem participou do 0 a 0 com o América-MG na noite do último domingo, no Independência, realizou um trabalho regenerativo ainda em Belo Horizonte, os demais atletas do Fluminense [VIDEO], que não viajaram para a capital mineira, realizaram, na manhã desta segunda, de uma atividade tática no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, já visando o compromisso de quarta, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã, diante do Corinthians, válido pela 20ª rodada, a primeira do returno do Campeonato Brasileiro.

Para o duelo contra o atual campeão brasileiro, o técnico Marcelo Oliveira, que não terá o atacante Luciano, recuperando-se de um estiramento na coxa direita, pode ter mais dois desfalques: o volante Aírton, sofrendo com dores musculares, além do meia equatoriano Junior Sornoza, que, no final de semana, recebeu uma pancada forte na região glútea e passará pro exames para saber a gravidade da lesão.

Com 23 pontos, o Tricolor das Laranjeiras ocupa, até o momento, o nono lugar da competição e busca interromper um jejum de quatro partidas sem vitórias.

Clube mexicano oferece 15 milhões de euros, mas Flu rechaça nova proposta por Pedro

Enquanto isso, segue o agito nos bastidores e, assim como no domingo, o personagem principal foi Pedro. Após o próprio jogador, seu empresário e as diretorias de Fluminense [VIDEO] e Bordeaux negarem uma informação do site Goal sobre uma possível oferta de 17 milhões de euros (cerca de R$ 76 milhões) do clube francês, o Tricolor, segundo o Globoesporte, teria rechaçado uma proposta de 15 milhões de euros, aproximadamente R$ 70 milhões, do Monterrey, do México, para tirar o centroavante das Laranjeiras.

Recentemente, o presidente do Flu, Pedro Abad, estabeleceu que só abre conversas se houver uma proposta mínima de 20 milhões de euros.

Além de Bordeaux e Monterrey, Borussia Dortmund, da Alemanha, e Sevilla, da Espanha, foram outros clubes que demonstraram interesse na contratação de Pedro.

Convocado por Tite para os amistosos da Seleção nos Estados Unidos, programados para os dias 07 e 11 de setembro, contra, respectivamente, os donos da casa e El Salvador, Pedro lidera a artilharia do Brasileirão com 10 gols. Seu vínculo com o Fluminense, cuja multa rescisória é definida em 50 milhões de euros, acaba no final de 2021.

"Tricolor de nascença", Kayke é oficialmente apresentado e promete gols

Para completar o dia, Kayke, anunciado na última quinta, foi oficialmente apresentado. Em entrevista concedida antes do treino no CT Pedro Antônio, o centroavante de 30 anos, revelado pelo Flamengo e com passagens por outros grandes clubes, como Santos e Bahia, fez questão de dizer que se sente em casa e garantiu ter, nas suas origens, profunda relação com a equipe das Laranjeiras.

"Meu pai sempre foi tricolor. Eu nasci sendo tricolor, não tinha como fugir.

Estou muito feliz. Fui bem recebido, estou em casa. O Fluminense [VIDEO] é um time gigantesco. Não preciso nem falar da história. Foi campeão brasileiro recente. Tento ajudar da minha forma para buscar coisas maiores. É um enorme desafio", disse o atacante, que também comentou sobre a foto publicada na qual vestia, quando criança, a camisa do Fluminense.

"Eu não tinha a foto, minha madrinha me mandou. Eu não sabia da existência dela. Sou religioso e tenho certeza de que Deus me colocou aqui. Isso gera felicidade maior", complementou.

Kayke estava emprestado pelo Yokohama Marinos, do Japão, ao Bahia até 31 de dezembro de 2018. A data será também a do término do vínculo com o Flu, que dividirá os salários do jogador com o clube asiático.

Por não se tratar de uma transferência internacional, a regularização de Kayke não precisa respeitar o prazo da janela. As inscrições no Brasileiro terminam no dia 4 de setembro. Já na Sul-Americana, o Fluminense pode fazer duas modificações na lista de atletas até três dias antes do primeiro jogo diante do Deportivo Cuenca.