Após semanas de negociação, o Fluminense seguirá atuando no Maracanã. Pelo menos, até o final desse ano. Em encontro ocorrido na sede da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (FERJ) na noite da última quinta-feira o presidente do clube carioca, Pedro Abad, conseguiu alinhavar um acordo com representantes do Consórcio que administra o estádio desde 2013. Segundo informações do portal Uol Esporte, o dirigente tricolor reconheceu não ter condições de quitar o débito de R$ 1 milhão à vista e ofereceu um modelo de pagamento a longo prazo, algo prontamente aceito.

Para conseguir esse acordo, Abad contou com um importante aliado. Presidente da FERJ, Rubens Lopes, usando de muita diplomacia, acalmou os dirigentes do Consórcio Maracanã e possibilitou a reunião entre as partes.

No ano de 2013, Fluminense e Maracanã firmaram um contrato de 35 anos no qual a agremiação das Laranjeiras estaria isento de pagar taxa de aluguel em todas as partidas que utilizasse o estádio.

Em 2016, houve um auditivo contratual na gestão do ex-presidente tricolor, Peter Siemsen, fazendo com a cobrança passasse a existir.

Na quarta passada, o Flu, com gol de Gum, derrotou o Corinthians por 1 a 0 em seu último jogo no Maracanã. O retorno ao estádio será no próximo dia 06 de setembro, contra o Vitória-BA. Três dias depois, no mesmo local, enfrentará o Botafogo.

Com cinco desfalques, Flu enfrenta o Cruzeiro para tentar se aproximar de G-6 do Brasileiro

Antes da sequência de dois jogos no Maracanã, o Fluminense terá a missão de enfrentar neste sábado, às 21h (de Brasília), no Mineirão, o Cruzeiro pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Além da natural difícil missão de atuar fora de casa, o Tricolor terá outro obstáculo a ultrapassar. Ao todo, o time não contará com cinco atletas.

Com problemas musculares, o volante Aírton e os atacantes Luciano e Marcos Júnior ficam de fora. Outra ausência é o também atacante Everaldo, que, no último meio de semana, sofreu um trauma na cabeça e, por precaução, acabou sendo sacado. A lista de desfalques é completada por Digão.

O zagueiro está impedido graças a um acordo entre Flu e Cruzeiro na ocasião do empréstimo do atleta ao Tricolor por parte do clube mineiro.

Em contrapartida, o centroavante Kayke, último reforço contratado, será a novidade da equipe. Quem també fica à disposição é o atacante Júnior Dutra, que não enfrentou o Corinthians por ter seus direitos federativos presos ao Alvinegro Paulista.

Especulados em clubes do futebol do exterior, o lateral-esquerdo Ayrton Lucas, o meia equatoriano Junior Sornoza e o centroavante Pedro têm presenças asseguradas.

Com 26 pontos, o Fluminense ocupa o nono lugar e, se vencer o Cruzeiro, fica mais perto do G-6 do Brasileirão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo