Anúncio
Anúncio

O São Paulo Futebol Clube ganhou do Vasco da Gama por 2 a 1, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (5), no Morumbi. Contando com o apoio de 53.437 pessoas, o tricolor paulista assumiu a liderança da competição com 35 pontos, um a mais que o Flamengo, segundo colocado.

Um dia antes, em Porto Alegre, os rubro-negros foram batidos pelo Grêmio por 2 a 0. A importância do clássico entre paulistas e cariocas não ocorria só na briga pelo topo da tabela, mas também devido à última apresentação de Éder Militão com a camisa tricolor. Ele foi vendido para o Porto, aos 20 anos de idade, por 4 milhões de euros, cerca de 17,7 milhões de reais. No futuro ainda poderá render mais dinheiro em uma possível venda, o clube brasileiro tem direito de receber 10% do valor de uma transação envolvendo o zagueiro.

Anúncio

Para o embate, Diego Aguirre, técnico são-paulino, escolheu o esquema 4-3-3, com Sidão, Éder Militão, Arboleda, Bruno Alves, Reinaldo, Hudson, Liziero, Nenê, Joao Rojas, Everton e Diego Souza. O Cruzmaltino, do técnico Jorginho, atuou no 4-2-3-1, e veio a campo com Martin Silva, Luiz Gustavo, Henríquez, Ricardo Graça, Ramon, Desabato, Andrey, Thiago Galhardo, Giovanni Augusto, Yago Pikachu e Andres Rios.

Jogo

Na primeira etapa, a torcida que compareceu em bom número comemorou cedo o gol de abertura do espetáculo. Joao Rojas marcando o zagueiro Ricardo, contou com a sorte e persistência para inaugurar o placar a um minuto; a bola bateu nele e entrou. Os cariocas responderam com perigo, aos 4’, em cabeçada de Ricardo, Sidão colocou para escanteio.

Anúncio

Como camisa dez tricolor, Nenê, ex-vascaíno, lançou Diego Souza na área, o centroavante, dominou no peito, mas não conseguiu finalizar, o goleiro Martin Silva ficou com a redonda nas mãos. Andrey tentou de longe do outro lado e Sidão só acompanhou, aos 33’.

Desempenhando bem o mando de jogo, o Clube da Fé se esforçou bastante na marcação, Joao Rojas aplicou bons dribles, assim como Reinaldo. No retorno do intervalo as equipes não fizeram alterações, o responsável por balançar as redes foi o vascaíno Yago Pikachu, artilheiro da agremiação no nacional com sete tentos feitos.

Ele saiu cara a cara com Sidão e tocou no canto, aproveitando ótimo lançamento de Giovanni Augusto, 1 a 1, aos 9’. Sabendo do prejuízo os comandados de Aguirre buscavam reabilitação do revés com o Colón na quinta-feira por 1 a 0, pela Copa Sul-Americana.

Anúncio

Em escanteio batido por Nenê aos 12’, Arboleda quase guardou o dele, entretanto a bola foi alta demais.

Devido ao empate e o melhor momento do Vasco na partida, as chances para virar o confronto começaram a surgir. Primeiro com Andrey chutando forte, ela pingou e saiu, aos 18’. Depois Yago Pikachu testou o arqueiro Sidão, que espalmou a finalização aos 19’. Persistente à procura da virada, Giovanni Augusto fez grande jogada pela lateral esquerda e arrematou colocado, aos 24’, a redonda assustou os são-paulinos.

Carneiro e Tréllez entraram, aos 31’, nas vagas de Nenê e Diego Souza, respectivamente, e deram outra cara ao ataque. Com mais mobilidade e estatura, os dois participaram de algumas tramas ofensivas, em uma delas, graças à insistência e raça de Everton, o ponta cruzou na medida para Santiago Tréllez definir pelo alto, no canto direito de Martin Silva... 2 a 1, e explosão de alegria dos torcedores, com 35’ no relógio.

Eles acenderam celulares proporcionando um belo espetáculo visual.

Atletas que estavam no banco de reservas vibraram muito com o lance fatal. O árbitro catarinense, Bráulio da Silva Machado apitou o fim da disputa aos 49’.

O Tricolor volta a campo no próximo domingo, dia 12, às 16 horas, na Ilha do Retiro contra o Sport Recife. O Vasco continua na capital paulista para medir forças com o Palmeiras no Allianz Parque, dia 12, às 19h (ambos os jogos pelo horário de Brasília).

Substituições

  • Vasco- Giovanni Augusto por Kelvin e Luiz Gustavo por Rafael Galhardo e Yago Pikachu por Caio Monteiro.
  • São Paulo- Éder Militão por Bruno Peres, Nenê por Gonzalo Carneiro e Diego Souza por Santigo Tréllez.

Cartões amarelos

  • Vasco- Henríquez e Luiz Gustavo.
  • São Paulo- Everton e Carneiro.