O Santos confirmou no início da noite deste sábado (4), o empréstimo do zagueiro David Braz ao Sivasspor, mesmo time em que joga Robinho na Turquia. O jogador será emprestado sem custos ao clube europeu por um ano e terá preço de compra fixado em seis milhões de reais, além de ter seu salário pago pelo time turco. Por estar em negociação, o defensor, inclusive, ficou fora do jogo entre Botafogo e Santos [VIDEO], no estádio Nilton Santos, válido pela abertura da 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogador irá embarcar para a Europa nos próximos dias, onde fará exames médicos e, caso não haja nenhuma restrição, assinará contrato.

Nas redes sociais, Braz se mostrou bastante empolgado em mudar de ares, tanto que já até curtiu a página de seu novo clube.

A saída de Braz acontece em um momento em que ele está com sua relação com os torcedores bastante desgastada e as cobranças aumentaram junto com a má fase do time no Campeonato Brasileiro antes mesmo da parada para a Copa do Mundo. A ida dele para a Europa servirá também para que jovens jogadores ganhem espaço e sejam valorizados, como é o caso de Luiz, Gustavo, Lucas Veríssimo, Robson Bambu e Sabino.

Ricardo Gomes disse que clube não havia aceitado a proposta

A ida de David Braz para a Turquia chega a ser uma surpresa após a declaração dada na última sexta-feira (3), pelo diretor executivo do Santos Ricardo Gomes. Em entrevista ao jornal “A Tribuna”, de Santos, o dirigente disse que o clube havia recusado a proposta [VIDEO] feita pelos turcos.

“Recebemos realmente uma proposta de empréstimo, mas não interessou ao clube”, disse Gomes, que afirmou que se nada fosse resolvido, na próxima semana votlaria a ficar à disposição do técnico Cuca, que gosta de trabalhar com jogadores que estejam focados. No entanto, neste sábado, a diretoria fez uma nova avaliação e decidiu por liberar o jogador, porém, antes de fazer isso, renovou seu contrato até 2020.

Santos ironiza Botafogo nas redes sociais

O empate sem gols entre Santos e Botafogo, neste sábado, no estado Nilton Santos, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi marcado por um polêmico gol anulado do Botafogo, fato que gerou muita reclamação por parte do time carioca. O clube paulista respondeu aos botafoguenses por meio de uma postagem provocativa no Twitter. “Botafogo lamentando a arbitragem em um jogo contra o Santos? Pode isso, Arnaldo?".

A postagem remete à decisão do Campeonato Brasileiro de 1995, quando o Santos teve um gol legítimo anulado pelo árbitro Marcio Rezende de Freitas nos minutos finais da partida, que terminou empatada em 1 a 1, resultado que deu o titulo ao time do Rio de Janeiro.

Naquele decisão, tanto o gol de Túlio, quanto o de Marcelo Passos, foram irregulares. No primeiro, o artilheiro botafoguense estava em posição de impedimento, e no gol santista, Capixaba ajeitou a bola com a mão antes de dar o passe para o gol de empate santista.

O perfil do Botafogo respondeu, afirmando que vários árbitros, que hoje atuam como comentaristas, haviam dito que o gol foi legal. Ao ver a postagem, o perfil santista respondeu com nova provocação. “Nem o Marcio Rezende?”, questionou.

A jogada que gerou toda a polêmica deste sábado aconteceu já aos 40 minutos do segundo tempo, quando Renatinho marcou para o Botafogo, mas o assistente marcou impedimento de forma equivocada, alegando que Luiz Fernando, esse sim impedido, participou da jogada. O gol chegou a ser validado, mas a arbitragem voltou atrás.