A passagem de Ricardo Gomes pelo Santos pode ser bem curta. Em meio ao clima quente nos bastidores santistas por conta da eliminação da Copa Libertadores da América e a nova polêmica, agora envolvendo o presidente José Carlos Peres e o técnico Cuca, o executivo de futebol santista foi sondado por dirigentes do Bordeaux para ser treinador da equipe francesa. Parte da imprensa da França dá como certo o acerto.

Publicidade
Publicidade

Segundo informação publicada pelo portal Globo Esporte, Ricardo Gomes comunicou o presidente santista sobre a sondagem dos franceses, mas não deu nenhuma resposta. Ao mesmo portal, Peres negou que o executivo de futebol tenha comunicado sua saída.

“Não fiquei sabendo. Passei a manhã inteira no CT e ele não me falou que vai sair”, disse o presidente. Ricardo Gomes chegou para ser executivo de futebol há pouco mais de dois meses, ainda no período da Copa do Mundo.

Publicidade

Caso realmente venha a sair, será a terceira baixa na diretoria do Peixe desde quando o José Carlos Peres tomou posse. Antes já haviam deixando seus cargos Gustavo Vieira de Oliveira e William Machado.

Presidente vs. Cuca

O clima nos bastidores santista não anda nada ameno após a eliminação do time na Copa Libertadores, muito em função da punição que o clube recebeu da Conmebol pela escalação do volante Carlos Sánchez.

Logo após o jogo contra o Independiente, Cuca disse que o Santos tinha que melhorar muito profissionalmente e que estava disposto a ajudar o clube a ter essa melhora, mas que as pessoas que lá trabalham também tinham que abrir os braços para receber a ajuda e querer melhorar junto.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Santos PaixãoPorFutebol

Na última quinta-feira (30), o presidente José Carlos Peres concedeu entrevista, onde rebateu as críticas feitas pelo treinador e disse que ele havia pedido desculpas pelas críticas feitas na terça, porém nesta sexta-feira (31), em entrevista coletiva concedida no CT Rei Pelé, o treinador santista voltou a falar no assunto e negou que tenha se desculpado com a diretoria.

“Disse que faltava e poderia melhorar e muito.

Não tenho que pedir desculpa de nada se é sentimento meu”, disse o treinador afirmando que naquela ocasião não havia feito críticas e sim estava respondendo a um questionamento feito por um jornalista. “Conversei com presidente hoje pela manhã, não quis ofender ninguém”, continuou. “Quero cuidar do campo, ele está certíssimo no que diz. Vou cuidar da parte técnica”, finalizou.

O Santos joga neste sábado, no Rio de Janeiro, contra o Vasco, em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo