Na base da insistência, o Fluminense conseguiu superar a forte retranca do Defensor na noite de quinta-feira, no Maracanã e, com uma cabeçada no ângulo de Digão, que completava 100 jogos vestindo a camisa tricolor, aos 41 minutos, e um gol olímpico do equatoriano Junior Sornoza aos 48, ambos do segundo tempo, derrotou a equipe uruguaia por 2 a 0 no confronto de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

Com o resultado, a agremiação das Laranjeiras, que deixou o gramado sob aplausos dos 14.895 presentes ao estádio, garante a classificação para a terceira fase da Sul-Americana até com uma derrota por um gol de diferença no confronto do próximo dia 16 de agosto, às 21h45 (de Brasília), em Montevidéu.

Publicidade

No domingo, o foco volta a ser o Campeonato Brasileiro. A partir das 19h (de Brasília), novamente no Maracanã, o Fluminense, nono colocado com 21 pontos, encara, pela 17ª rodada, a antepenúltima do primeiro turno da competição nacional, o Bahia. Para esse compromisso, o lateral-direito Gilberto, que não enfrentou o Defensor por conta de dores musculares, volta a ser desfalque. Dessa vez, porém, o lateral-direito cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Em contrapartida, os atacantes Júnior Dutra e Luciano, ambos se recuperando de entorses nos tornozelos direitos, devem ficar à disposição.

Outro com possibilidade de ir a campo é Brian Cabezas. Contratado junto ao Atalanta, da Itália, há mais de uma semana, o meia-equatoriano de 21 anos, vice da Libertadores de 2015 pelo Independente Del Valle, teve seu nome inscrito no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol e está totalmente regularizado.

Zagueiro é anunciado e meia retorna de empréstimo

Antes do importante resultado pela Copa Sul-Americana, o gerente-executivo de futebol do Fluminense, Paulo Angioni, concedeu entrevista à Rádio Globo e oficializou a chegada de Paulo Ricardo, zagueiro de 24 anos, com passagem pelo Santos e que estava no Sion FC, da Suíça.

Publicidade

"Ele foi referendado pelo nosso scout. Está no Brasil, faltam os exames médicos. Chega por empréstimo até 31 de dezembro de 2019", resumiu o dirigente.

Recentemente, o Fluminense teve três perdas no sistema defensivo: Renato Chaves, Luan Peres e Nathan Ribeiro. Além de Paulo Ricardo, o clube trouxe Digão, atleta formado na base das Laranjeiras e que volta após passagem pelo futebol da Arábia Saudita e do Cruzeiro.

Outro setor com novidade foi o meio-campo. Diante das dificuldades de trazer um armador, o Fluminense entrou em contato com o Oeste e solicitou o retorno de Danielzinho, que tinha contrato de empréstimo com o time paulista até o final de 2018.

Como compensação, o Tricolor cederá o também meia Luquinhas.